E se fossem gozar com o…?

Em Portugal, o total de mortos por Covid-19 desde o início da pandemia já é maior que o da Guerra Colonial que durou 13 anos. Está a morrer uma pessoa a cada cinco minutos. Com a devida vénia, transcrevemos o artigo «Miranda do Corvo. Hospital “recusado” pelo SNS transformado em cenário para publicidade», publicado pelo jornal português Expresso em 19 de Outubro pela Jornalista Isabel Paulo. «Multinacional francesa vai gravar esta semana, no Hospital Compaixão, um filme de tributo aos profissionais de saúde da linha da frente no combate à…

Leia mais

Sem testes não há verdade

O número de mortes provocadas pela Covid-19 em África subiu para 1.423 nas últimas horas, com 31.933 casos da doença registados em 52 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia neste continente que precisa urgentemente de mais de 15 milhões de kits para combater a Covid-19. De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de mortos subiu de 1.374 para 1.423, enquanto as infecções aumentaram de 30.329 para 31.933. O número total de doentes…

Leia mais

(Mais um) Natal de…

A importância de ser na família onde deve ser criado e desenvolvido o respeito pelos valores e serem preparadas as crianças para os desafios do futuro foi destacada, em Luanda, pela primeira-dama de Angola, Ana Dias Lourenço. Tem toda a razão. Mesmo sabendo-se que Angola está nos primeiros lugares do “ranking” mundial da mortalidade infantil, mesmo sabendo-se que temos 20 milhões de pobres. A primeira-dama, conta a Angop, falava para 700 crianças de 22 centros, entre lares de acolhimento e de igrejas da província de Luanda, que participaram numa festa…

Leia mais

A solução é… menos filhos
e saber viver sem… comer!

Cada mulher em Angola tem, em média, 6,2 filhos, taxa que as autoridades pretendem baixar consideravelmente para desacelerar o rápido crescimento da população e mudar o número de crianças dependentes para mais adultos em idade activa. Além disso o governo pode também diminuir o volume de mortalidade infantil e até de pobres. Em síntese, poderemos ter menos crianças a ser geradas com fome, a nascer com fome e a morrer pouco depois com… fome. O dado consta do estudo “Aproveitar o Potencial da Juventude para Colher o Dividendo Demográfico em…

Leia mais

Aí estão mais uns milhões

O Banco Mundial disponibilizou para Angola um financiamento de 70 milhões de dólares (56,4 milhões de euros), para reforço da construção de infra-estruturas básicas sociais, designadamente hospitais e postos médicos, bem como residência para enfermeiros e professores. O acordo financeiro foi hoje assinado, em Luanda, pelo ministro das Finanças de Angola, Archer Mangueira, e o representante interino do Banco Mundial, Oliver Godron. Este financiamento, vem reforçar o Projecto de Desenvolvimento Local (PDL), a ser implementado nos próximos três anos, pelo Fundo de Apoio Social (FAS), em coordenação com o Ministério…

Leia mais

Executivo falha metas
no combate à Malária

A malária é a principal causa de morte em Angola e é igualmente a responsável pela maior taxa de absentismo escolar e profissional (IIM, 2011 e PNLCM, 2017). A doença representa cerca de 35% da demanda de cuidados curativos, 20% de internamentos hospitalares, 40% das mortes perinatais e 25% de mortalidade materna. Em 2016 foram registados no país 16 mil óbitos resultantes da malária (PNLCM, 2017), embora Rafael Dimbo, coordenador-adjunto do Programa Nacional de Controlo da Malária, considere como um “grande sucesso” a acção do Executivo no controle da pandemia.…

Leia mais

Malária matou até Agosto
mais de quatro mil pessoas

Angola registou até Agosto deste ano mais de três milhões de casos e quatro mil óbitos devido à malária, uma situação que se agravou desde Setembro e que as autoridades sanitárias angolanas consideram “alarmante”. Nada de novo, portanto. A situação epidemiológica da malária foi dada a conhecer, em Luanda, pelo coordenador-adjunto do Programa Nacional de Controlo da Malária (PNCM), Rafael Dimbu, informando que no último trimestre deste ano a malária, primeira causa de morte por doença em Angola, registou aumento quer no número de casos quer em óbitos. “Este ano,…

Leia mais

Venha a nós o que é vosso

O Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, que está no poder há 38 anos sem nunca ter sido nominalmente eleito, está prestes a passar o ceptro (não o poder efectivo) a João Lourenço. Não vai deixar saudades. Quem colocou Angola como um dos países mais corruptos do mundo, com o maior índice mundial de mortalidade infantil e com 20 milhões de pobres deveria, isso sim, era ser julgado por um Tribunal Internacional. Por Norberto Hossi Apesar disto tudo e da mais hipócrita manipulação eleitoral que agora teve lugar, não…

Leia mais

Não brinquem com
as nossas crianças

A infância é um período de crescimento e desenvolvimento rápido por isso é necessário que os bebés façam as consultas e exames periódicos para se detectar diversas doenças precocemente defendeu hoje, terça-feira, em Luanda, a médica pediatra Elisa Gaspar. Se este conselho se aplicasse em Angola não estaríamos na liderança mundial da mortalidade infantil. Ao falar no programa “Sua manhã” da TPA (Televisão Privada do MPLA), a médica referiu que a primeira consulta do bebé deve ser feita o mais cedo possível, de preferência durante a primeira semana após a…

Leia mais

Para o regime as crianças
até podem comer… farelo

O Governo angolano anunciou a instituição do Sistema de Alerta de Rapto de Menores (SARM), para reforçar o combate aos crimes contra crianças em Angola, nomeadamente rapto e tráfico, recorrendo por exemplo a informação nas redes sociais. O maior crime contra crianças é cometido pelo próprio regime (somos o país com o maior índice mundial de mortalidade infantil), mas essa é outra história. O projecto de criação do SARM foi analisado na terça-feira, em Luanda, durante a reunião ordinária da comissão para a política social do Conselho de Ministros, numa…

Leia mais