Até prova em contrário,
todos somos… culpados

O Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (SINMEA) anunciou hoje, em Luanda, que tem provas concretas de que o seu colega, Sílvio Dala, não faleceu de enfarte agudo do miocárdio, mas por outras causas. Para nós, Folha 8, tudo indica que o médico se suicidou só para azucrinar o prestígio, internacionalmente (re)conhecido, da Polícia do MPLA. Simples! A informação foi hoje avançada pelo presidente do SINMEA, Adriano Manuel, no protesto da classe médica, em memória do pediatra Sílvio Dala, que morreu no dia 1 de Setembro, depois de ter sido…

Leia mais

“Tortura psicológica”

O Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (SINMEA) acusou hoje a ministra de Saúde, Sílvia Lutucuta, de promover “tortura psicológica” contra estes profissionais nos concursos e reiterou que está em preparação “uma mega manifestação” reclamando a integração de todos os médicos. Lá terá o ministro Eugénio Laborinho de pôr as suas “tropas” em “prevenção elevada”… A posição do SINMEA, expressa em comunicado, surgiu na sequência das declarações de Sílvia Lutucuta que, na segunda-feira, rejeitou críticas aos concursos públicos para admissão de médicos, salientando que a entrada destes na função pública…

Leia mais

Covid-19, MPLA-45, Malária…

Jovens angolanos manifestaram-se hoje preocupados pela forma como o Governo angolano está a gerir a Covid-19, admitindo a existência do que consideram de “casos ocultos e que os números apresentados estejam aquém da realidade”. Também O Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (SINMEA) defendeu, em Luanda, que os investimentos para a Covid-19 sejam os mesmos do que para a malária, doença que mais mata no país. E a procissão ainda não chegou ao adro… A preocupação dos jovens foi apresentada hoje em conferência de imprensa conjunta promovida em Luanda pelas…

Leia mais

Médicos (angolanos) para quê?

O Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (Sinmea) ameaçou hoje partir para uma greve, nos próximos dias, caso não haja resposta do Presidente da República, a quem foi enviado um manifesto da classe médica angolana. Não deveriam também ter enviado o manifesto ao Presidente do MPLA e ao Titular do Poder Executivo? O presidente do Sinmea, Adriano Esteves, disse em conferência de imprensa que o sindicato está preocupado com o elevado número de médicos angolanos no desemprego, “o elevado índice de morbimortalidade” (relação entre doenças e mortes) nos hospitais e…

Leia mais

Cubanos ao Poder, já!

O ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, general Pedro Sebastião, disse hoje, em Luanda, que são os médicos cubanos que têm assegurado nas zonas mais recônditas do país, os serviços de saúde. Mais um atestado de imbecilidade aos nossos médicos em particular, e a todos os angolanos em geral. Pedro Sebastião respondia hoje na Assembleia Nacional aos comentários levantados por deputados relativamente ao Relatório das Actividades Realizadas para o Controlo da Pandemia da Covid-19, apresentado no Parlamento. A vinda de médicos cubanos e…

Leia mais

Todos falam mas só ele decide

O Presidente do MPLA, da República e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, reúne-se na sexta-feira com representantes da sociedade civil angolana para “trocar ideias” sobre o futuro, face ao impacto da Covid-19 sobre a economia angolana e a vida das famílias. Segundo uma nota da secretaria de imprensa vão estar presentes empresários, líderes religiosos, académicos, representantes da juventude e jornalistas. Depois de dois meses de estado de emergência, Angola iniciou esta terça-feira uma fase diferente de excepção, a situação de calamidade pública, que se prolongará enquanto se mantiver o…

Leia mais

Será que a Covid-19 deu
xeque-mate à malária?

O Governo angolano avançou hoje com a requisição civil de todos os médicos e enfermeiros reformados dos sectores público e privado, de acordo com um despacho assinado pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta. Como ninguém (nomeadamente o Governo) fala da malária, é caso para perguntar: Será que a Covid-19 acabou com ela?  A requisição civil enquadra-se nas medidas de excepção e temporárias para a prevenção e controlo da pandemia de Covid-19, segundo o despacho que entra hoje em vigor. Os profissionais requisitados devem apresentar-se nos locais e dias a serem…

Leia mais

Catástrofe à vista

O presidente do Sindicato de Médicos de Angola, Adriano Manuel, disse hoje em Luanda que o sentimento entre a classe “é de frustração”, sobretudo pelas debilidades das medidas de biossegurança em relação à Covid-19. Pois, e nos hospitais falta tudo, desde organização, camas, oxigénio, balões respiratórios, casas de banho, água, sabão, papel higiénico, álcool, lençóis, alimentação adequada, higiene… Em declarações à agência Lusa, Adriano Manuel disse que de forma geral a classe médica angolana está preparada para a situação da Covid-19, com o registo já de três casos positivos no…

Leia mais

O (bem-vindo) regresso
dos cubanos a Angola

Angola vai contar com médicos cubanos de várias especialidades para “mitigar o impacto da epidemia” da Covid-19, anunciou a ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, referindo que Luanda tem estado a desenvolver contactos diplomáticos com vários países afectados pela pandemia. “N o âmbito da cooperação internacional, o Governo está a fazer um trabalho diplomático muito grande com outros países já afectados”, disse Sílvia Lutucuta, adiantando que têm sido realizadas videoconferências com a China, “com profissionais que trabalharam e estão a trabalhar” no combate à pandemia, com o Brasil e outros…

Leia mais

A saúde terá cura?

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou, nesta segunda-feira, no município do Chinjenje (Huambo), que o concurso público no sector é uma oportunidade de emprego para os jovens, que, por sua vez, devem estar na dianteira deste processo. Para o presente concurso, o Executivo disponibilizou sete mil vagas, sendo 1.242 para a carreira médica, 2.757 para enfermagem, 1.691 para técnicos de diagnóstico e terapêutica, bem como 779 de apoio hospitalar e 531 para o regime geral, sendo que para a província do Huambo estão reservados 427 lugares. A governante, que…

Leia mais