A (in)justiça do Nobel…

O novo Nobel da Paz, o primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed Ali, é um dos símbolos da nova Etiópia, que quebrou tradição de gestão autoritária e sectária, reforçando a abertura política e económica do único país africano que nunca foi colónia europeia. Há ano e meio, quando tomou posse, Abiy Ahmed Ali começou a governar um país dilacerado pelas divisões étnicas e políticas, algo que tentou ultrapassar logo de imediato com a nomeação de líderes da oposição para funções principais do Estado. De acordo com o comunicado divulgado pelo júri do…

Leia mais

Ah… Ah… Ah…

Não! Não é comédia a notícia de que Rui Mangueira, ex-Ministro da Injustiça e dos Direitos Desumanos, no tempo do Zédu, irá participar numa palestra, em Inglaterra, sobre o tema Justiça Social. Qual é a vossa admiração? O Marimbondo João, que enricou como Ministro da Defesa da Corrupção do Zédu, também diz que está a combater a corrupção. Há ingénuos por cá a creditarem que ele é a Madre Teresa de Calcutá do MPLA… Por Domingos Kambunji De facto dá vontade de rir a notícia de que o Rui Mangueira…

Leia mais

Festejar o “réveillon” com 86% de crianças famintas? Não. Isso não é um país!

Se pensarmos bem, festejar a passagem de ano é uma coisa que tanto, talvez, tilinte num tinido de tino como que soe a tonteria. Primeiro: é uma data mundial e perfeitamente universal o que a torna banal. Segundo: nem se comemora santo algum ou ícone e festividade religiosos que sejam, nem data comemorativa de algum importante feito histórico local, regional, nacional, continental ou terráqueo. Por Brandão de Pinho Ainda mais sendo mundial, não acontece ao mesmo tempo em todo o mundo (se bem que isso se aplica a qualquer data…

Leia mais

General Fernando Miala
é o novo chefe do SINSE

O Presidente angolano, João Lourenço, exonerou hoje o comissário Eduardo Octávio do cargo de Chefe do Serviço de Inteligência e Segurança do Estado (SINSE), nomeando para o seu lugar o general Fernando Miala, preso durante a presidência de José Eduardo dos Santos. A informação consta de uma nota da Casa Civil do Presidente da República, e surge, acrescenta, “depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional”, que se reuniu a 9 de Março. Na mesma reunião, Fernando Garcia Miala tinha já sido promovido a general por João Lourenço. Durante a…

Leia mais

O etílico Bento do MPLA

O secretário de Estado dos Direitos Humanos do MPLA, António Bento Bembe, garante que o reino de sua majestade José Eduardo dos Santos, deu passos significativos no capítulo dos direitos humanos, acrescentando – no cumprimento “de ordens superiores” – que quem ignora “os esforços” do governo do MPLA “não vê bem”. Por Óscar Cabinda “É preciso ser um individuo que não vê bem para não poder ver os esforços que o Governo angolano está a fazer. Nós sabemos que ainda temos muita coisa a fazer, porque nós quando falamos dos…

Leia mais

O futuro de Angola

Nuno Dala, jovem Professor Universitário angolano, foi preso quando a sua filha Joaquina tinha apenas três semanas de vida. Quando, pouco antes do Natal, pôde voltar para casa, a pequena Joaquina ganhou o hábito de acordar às 5h da madrugada, chamando «Papá, papá!»… Ao que o Nuno respondia simplesmente «Sim. Estou». E a bebé sorria. Estranha felicidade, essa, que se resume a poder «estar» junto da filha pequenina. Porquê? Porque um regime obsoleto e ruinoso (até há pouco tempo, segundo muita gente, simplesmente «autoritário» – mas com derivas totalitárias cada…

Leia mais

Como se estupidifica um país

Acompanho as declarações de elementos que consideram sérias e legais as citações abusivas por editais do Jornal de Angola e outros meios de comunicação pública, à volta do Processo 15+2 e “perdoo-os”, na generalidade, porque não sabem o que diz a Lei sobre o assunto. Outros sabem-no e afirmaram que entendem isso como uma forma de solidariedade aos injustiçados “revus”. Por Marcolino Moco Enquanto isso, eu, por tudo quanto tenho observado da (in)Justiça angolana dos últimos, se tanto, 13 anos e das ocorrências à volta do próprio processo em apreço,…

Leia mais