Quem nasce e cresce torto alguma vez se endireitará?

O Banco Nacional de Angola (BNA) anunciou hoje a criação de um Laboratório de Inovação do Sistema de Pagamentos de Angola que deve integrar jovens com propostas inovadoras para o sistema financeiro do país. Aplauda-se. Só falta uma iniciativa similar para ensinar os governantes a… governar. O anúncio foi feito aos jornalistas por Pedro Castro e Silva, administrador do BNA, à margem de uma conferência sobre Inclusão Financeira, referindo que o laboratório foi aprovado, no princípio de 2019, pela administração do banco central. “É a forma que o BNA quer…

Leia mais

Petro pedala (bem) nas estradas de Portugal

A presença incomum de uma equipa angolana na Volta a Portugal é sinal do progresso africano no ciclismo e também uma aprendizagem, mas o director desportivo diz que há “um longo caminho a percorrer”. A correr nas estradas portuguesas, a Bai Sicasal-Petro de Luanda tem dado nas vistas ao entrar em fugas, ao conseguir um ‘top 10’, com o português Micael Isidoro, e por trazer Bruno Araújo, campeão angolano de estrada e filho do director desportivo, Carlos Araújo. À Lusa, o director explica que em Angola se vai dando “os…

Leia mais

Confio no Presidente tal como na Filomena Oliveira

“Não gostei!”, disse o presidente do MPLA, João Lourenço, do pedestal da sua autoridade, talvez na euforia ou mal informado, aquando do encerramento do VII congresso do MPLA (16.06), que o consagrou como o “NSA” (Novo Senhor Absoluto) e “DDT” (Dono Disto Tudo). Por William Tonet De quê, senhor Presidente do MPLA, não gosta e quem o criticou, nessa qualidade? “De ouvir as críticas sobre a AGT!”. Bravo! Sem citar o nome de quem havia feito a crítica, por sinal avisada, ela veio do interior de uma cidadã comprometida com…

Leia mais

Os nossos jovens

A população mundial nunca teve tantos jovens. Esta é a maior geração de jovens de sempre no mundo. Portanto, o potencial humano que existe é imenso. É preciso acreditar nesta geração, dar-lhe as ferramentas para que possa superar-se e fazer coisas que não imaginava possíveis. Por Isabel dos Santos (*) Todos nós – empreendedores, governos, empresas – devemos investir nos jovens: educação, emprego, oportunidades de carreira… futuro. Ao fazermos isso, imaginem o salto de desenvolvimento que podemos trazer a todas as nações de África. Os jovens de hoje compreendem o…

Leia mais

Terras raras para marimbondos raros?

Decerto que muitos dos meus leitores perguntar-se-ão quem, com milhentos diabos (parafraseando o Capitão Haddock, companheiro de Tintim) quem será essa tão enfadonha pessoa que se assina por “Brandão de Pinho” e que semanal e semanticamente vos vem maçando com uma escrita com tanto de massuda quanto de genuína e maciçamente entediante. Por Brandão de Pinho Pois dir-vos-ei de forma resumida quem sou e qual a minha incumbência nas linhas abaixo que irei lavrar. Por curiosidade, já por 2 vezes usei uma mesóclise que mais não é do que uma…

Leia mais

Uma primária questão de educação

Muita gente se questiona acerca da razão do extremo sucesso dos judeus e se prova fosse necessária bastaria consultar com atenção a lista de laureados com o prémio instituído pelo Alfredo Nobel, talvez o mais alto galardão que um terráqueo pode receber… depois de um Oscar, eventualmente, ou de uma Bola de Ouro. Por Brandão de Pinho Mas garantidamente não é uma propensão genética que lhes dá mais inteligência até porque não há genes para isso nem esta pode ser aferida e mensurada de forma tão simplista e simplória tal…

Leia mais

As verdades doem,
mas só elas curam

Hoje dei comigo a ler atentamente a entrevista que a Senhora Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Professora Doutora Maria do Rosário Sambo, deu ao Jornal de Angola, e que foi publicada na edição de 29 de Março de 2019 do referido jornal. Por Carlos Pinho (*) Sua Excelência diz, e eu subscrevo inteiramente, que o Ensino Superior em Angola vai mal, e que parte deste mau andar tem a ver com o mau ensino primário e secundário. São palavras sábias e avisadas. E passo a citar, “Portanto,…

Leia mais

Só será professor quem tiver formação superior

A formação de professores em Angola para o ensino pré-escolar, primário e do primeiro ciclo do ensino secundário vai ficar unicamente entregue ao Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e às escolas superiores pedagógicas, de acordo com a nova orientação do Ministério da Educação. Por Chocolat Brás (*) É urgente potenciar o conhecimento da legislação da Educação junto dos diferentes agentes do Sistema de Educação e Ensino em Angola. Foi esta conclusão a que cheguei depois de ler meia centena de comentários de uma informação veiculada por um jornal…

Leia mais

O que é que queremos que seja (ou possa ser) Angola?

O Povo, sedento do que é básico e elementar: liberdade, comida, educação, saúde e água, não sabe, mesmo e sobretudo depois de 11 de Novembro de 1975, data da Independência partidocrata, proclamada pelo presidente do MPLA, ao invés do Presidente da República, o que é Angola. Em 2019, pese o alegado multipartidarismo, com o partido do regime elevado a primeiro órgão do Estado, em 43 anos, em função da fome e discriminação, a maioria autóctone desconsegue afirmar se a Angola actual é uma extensão da anterior província ultramarina de Portugal,…

Leia mais

O Mendes, o David, contra o português, o Golias

Tenho verificado nos últimos meses que em Angola cada vez mais se pronuncia o “a” sobretudo na condição de artigo definido feminino, como “Á” e que não raras vezes é grafado como: “à”, “á” ou “há” e até “ah” no lamaçal das redes sociais, que parecendo que não, podem ser uma plataforma bem mais interessante do que o que possa parecer. No fundo algo como um tubo de ensaio e barómetro sócio-cultural. Por Brandão de Pinho Todavia se a oralidade é uma coisa, a escrita é algo de muito diferente…

Leia mais