Câmara de Lisboa também denunciou (ao MPLA) angolanos

O MPLA (Angola se quisermos ser ingénuos), através das representações diplomáticas, foi o segundo país mais notificado pela socialista Câmara Municipal de Lisboa sobre os promotores das manifestações antigovernamentais, nomeadamente em 2015, quando um grupo de activistas esteve preso em Luanda, entre eles Luaty Beirão. De acordo com o relatório preliminar da auditoria solicitada para averiguar os processos de comunicação prévia, depois de conhecida a divulgação de dados de activistas a países terceiros, o consulado e a embaixada Angola foram informados um total de nove vezes sobre promotores das manifestações…

Leia mais

Ministério Público português viola a lei

«É um ataque sem precedentes à liberdade de imprensa e ao direito de reserva das fontes. No âmbito de um processo por violação do segredo de justiça, e quando Joana Marques Vidal ainda era PGR, o DIAP de Lisboa montou operações de vigilância a jornalistas, devassou as suas contas bancárias e mandou transcrever sms trocados entre estes e supostas fontes de informação. Tudo isto sem sequer autorização de um juiz. Uma procuradora do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa usou um processo por violação do segredo de…

Leia mais

Suspeita de desvio de fundos dos pensionistas de Cabinda

A Comissão dos Pensionistas de Cabinda endereçou à Direcção Nacional de Prevenção e Combate à Corrupção da Procuradoria-Geral da República, com conhecimento à Assembleia Nacional, uma denúncia de suspeita de desvio de fundos dos pensionistas. O Folha 8 revela o conteúdo desse documento e a matéria de facto apresentada pelos denunciantes. «N o pretérito mês de Março, fizemos uma denúncia junto da Procuradoria-Geral da República em Cabinda, sobre a suspeita da existência de enormes práticas de corrupção no seio do Instituto Nacional da Segurança Social, em conluio com o Ministério…

Leia mais

Hospital Municipal
da Samba acusado
de negligência médica

O sistema de saúde em Angola, conforme o Folha 8 tem vindo a reportar há muitos anos, é lastimável para a maioria pobre e miserável, ao contrário do que se passa com uma minoria elitista e endinheirada que ostenta seguros de saúde nas poucas clínicas privadas e caríssimas existentes no país, e beneficia de privilégios de tratamentos nos melhores hospitais da Espanha, Inglaterra, Portugal, Estados Unidos da América e outros países do primeiro mundo. Por Idalina Diavita e Pedrowski Teca Adilson Osvaldo João Caiúlo, de 28 anos de idade, é…

Leia mais

Chantagem do MPLA em Cabinda para a recepção a João Lourenço

O Secretário provincial da UNITA, em Cabinda, Estêvão Neto Pedro partilha o sentimento das populações locais, relativamente à visita de João Lourenço, prevista para dia 8 de Abril de 2017. Trinta e dois professores e agentes da Função Pública manifestaram-lhe preocupação face ao que chamaram de “cobrança de 100% de salário base”, alegadamente para apoio ao candidato do MPLA. “A UNITA foi informada que os valores a serem cobrados destinam-se a suportar as despesas do comício de João Lourenço e a participação obrigatória dos funcionários públicos, dos alunos e das…

Leia mais

Na ONU, Luaty denuncia detenções arbitrárias

O rapper e activista Luaty Beirão encontra-se em Genebra, onde falou à Organização das Nações Unidas (ONU) sobre as detenções arbitrárias de que foi vítima recentemente, juntamente mais 16 companheiros, detenção mundialmente conhecido como «caso 15+2». O acto onde o activista participou foi organizado pelo Grupo de Trabalho Sobre Detenções Arbitrárias da ONU, em celebração do 25.º aniversário do grupo, e tem como lema: “Ninguém pode ser submetido a detenção arbitrária, detido ou exilado”, citação do artigo 9 da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Ao longo da sua exposição, Luaty…

Leia mais

Mais um absurdo policial

A Polícia Nacional do MPLA, quando era suposto socorrer as vítimas, faz o inverso, partindo para a extorsão, com base no conhecimento prévio que tem do apelo de socorro. Como atesta a denúncia, que acusa o comandante da Polícia de Intervenção Rápida do Zango e um técnico da Administração de posse indevida de terreno, que deveria proteger, no quadro das suas obrigações profissionais. As entidades foram instadas pelo grito desesperado de um cidadão, como atesta a carta abaixo: “À Administração de Viana C/C: Posto de Comando Policial de Viana, ao…

Leia mais

Só a corrupção aguenta o regime de Eduardo dos Santos

A UNITA apelou hoje aos países para que tenham mais cuidado ao disponibilizar verbas para Angola, porque “invariavelmente” são desviadas para alimentar a corrupção. Nem mais. Por alguma razão o reino de sua majestade o rei de Angola, José Eduardo dos Santos, lidera o ranking mundial dos países mais corruptos. Oapelo, mais um, foi hoje expresso pelo líder da bancada parlamentar do partido, Adalberto da Costa Júnior, em conferência de imprensa para falar sobre a degradação da rede rodoviária do país, com foco para a capital, Luanda. O assunto, segundo…

Leia mais

Queriam manifestar-se e foram mortos

O Bloco Democrático (BD) denuncia mortes de cidadãos que apenas queriam participar na manifestação do dia 9 de Abril. Conta o BD em comunicado: “Correu noticia, dia 8, proveniente de França de que teriam sido mortos 7 cidadãos que às 7h45 da manhã se predispunham a vir para a marcha para libertação dos presos políticos com concentração no local São Paulo em Luanda. Grande ansiedade reinou nos circuitos de troca de informações das redes sociais pelo que o Bloco Democrático está em investigação profunda para saber os factos. Depois de…

Leia mais

Suíça. Embaixada de Angola ou apenas um comité do MPLA?

“A minha filha é estudante universitária em Genebra (Suíça) e, por várias vezes, me informou sobre a forma, tribalistas e desrespeitadora, como funciona a Embaixada angolana”, conta ao Folha 8 uma cidadã devidamente identificada. P erante tais alertas, a mãe da estudante deslocou-se à Suíça para “in loco” verificar os acontecimentos relatados pela filha. Era tudo verdade. “Para tratar de um qualquer documento na Embaixada de Angola em Berna é um problema sério. Os funcionários praticamente não trabalham. São todos finos, arrogantes, mal educados e não sabem acolher um cidadão…

Leia mais