Só toda a verdade pode curar as feridas que ainda sangram

«As associações integradas na PLATAFORMA 27 de MAIO, designadamente: a Associação 27 de Maio, a Associação M27 e o Grupo de Sobreviventes do 27 de Maio, levam ao conhecimento da opinião pública Angolana e Internacional o seguinte comunicado: 1. A PLATAFORMA 27 de MAIO tomou conhecimento da aprovação pela Assembleia Nacional, no passado dia 21 de Maio do ano em curso, da lei denominada “Regime Especial de Justificação dos Óbitos ocorridos em consequência de conflitos políticos” 2. A PLATAFORMA 27 de MAIO não pode deixar de manifestar que, embora tratando-se…

Leia mais

Reflexão de um sobrevivente

Quarenta e três anos passaram, desde aquele triste, fatídico, célebre e histórico dia 27 de Maio de 1977. Como sempre, cumpre-me o dever sagrado, enquanto sobrevivente de render profunda homenagem a todos angolanos que foram friamente assassinados das mais variadas formas, fundamentalmente, os companheiros que comigo estiveram no INFERNO da Kalunda – Moxico, pela ala que dirigiu e executou o plano macabro que já havia sido previamente idealizado antes de aderir a luta de Libertação Nacional, com a intenção (dolosa) de realizar uma agenda previamente concebida, utilizando como escudo a…

Leia mais

É hora de emergir, 29 anos depois, a verdade

15 ou 19 de Maio de 1991, impõe um Ponto Prévio: Antes de entrar na abordagem vale lembrar que há imprecisões de dados na recente revelação de Gonçalves Cahilo segundo as quais foi ao seu pai , o malogrado jornalista Paulo Cahilo a quem a UNITA interceptou via rádio transmitir e não a William Tonet, dando lugar ao primeiro encontro no Alto Kauango, entre FALA e FAPLA, em Maio de 1991. Por José Gama Jornalista O oficial das extintas FALA que fez a intercepção na altura, confirmou ao autor destas…

Leia mais

Condenação de Zé Maria
visa esconder a verdade
sobre o Cuito Cuanavale

O Supremo Tribunal Militar de Angola condenou hoje a três anos de prisão efectiva o ex-chefe do Serviço de Inteligência e Segurança Militar (SISM), António José Maria “Zé Maria”. O general foi condenado por crimes de extravio de documentos militares de carácter confidencial, tendo sido absolvido do crime de insubordinação por, na altura dos factos, já estar reformado. A defesa do réu, inconformada com a decisão proferida, interpôs recurso, com efeito suspensivo. O general António José Maria, também conhecido por “Zé Maria”, de 73 anos, respondeu ao julgamento em prisão domiciliária,…

Leia mais

Se até o Presidente não tem memória, é o fim da picada!

Pois bem. Em vez de escrevermos aos párocos do Bairro Operário, vamos directamente a “Deus”, evitando intermediários. Assim, permita-me V. Exa. Senhor Presidente da República, do MPLA e Titular do Poder Executivo, general João Lourenço, que lhe relembre sinteticamente quem é, para além de Angolano, Jornalista e fundador do Folha 8, William Tonet. Por Orlando Castro Em 1965, no Congo-Brazzaville, na base do Movimento, por orientação de Agostinho Neto, o ex-vice-presidente do MPLA, Matias Miguéis, foi enterrado vivo, tendo ficado a cabeça de fora durante dois dias para receber todo…

Leia mais

Os intocáveis e os tocáveis (“Operação Marimbondo”)

O suor não escorre em rosto inanimado, mas naquele onde as contracções dos músculos e veias, sentem e gemem a definida desossificação do esforço. Da nascente, caminha em lianas serpentinas destilando cloreto de sódio e ureia em solução, segregada pelas glândulas sudoríparas, quer na face ou no estado-maior da pele; as axilas, produzindo uma mensagem de efeito refrescante. Por William Tonet O combate à corrupção tem de ter norte. Obrigatoriamente, efeito refrescante. Direcção, imperiosamente, imparcial. Objecto concreto e definido, na acção diária do agente e órgãos públicos. Num país com…

Leia mais

Não se assustem nem se arrepiem

Aqueles que me conhecem bem sabem que nunca fui de morder a minha própria língua só para não dizer aquilo que penso, seja em qualquer circunstância e momento da minha vida. Perguntem ao Reginaldo Silva, Mateus Morais de Brito Júnior, Liras, Mateus Figueiredo e outros tantos que se constituíram, para mim, verdadeiros professores, pois com eles aprendi muita coisa sem gastar um tostão. Por Fernando Vumby Hoje, a forma como escrevo, encaro o mundo, as pessoas que me rodeiam e outras tantas coisas é graças aqueles profissionais, que já tinham…

Leia mais

Massacres coloniais são crime, massacres do MPLA são apenas e só… excessos

O MPLA, e muito bem, prestou homenagem às milhares de vítimas dos massacres coloniais na Baixa de Cassange. A CASA-CE defende, e muito bem, que o 4 de Janeiro deve ser elevado à categoria de feriado Nacional. Pelos vistos, nestes partidos (e também nos outros) o calendário oficial tem o mês de Maio mas não tem o dia 27… Por Orlando Castro A independência foi há 43 anos. Os presidentes de Angola, Agostinho Neto, José Eduardo dos Santos e João Lourenço nunca foram nominalmente eleitos. Angola é hoje um dos…

Leia mais

A razão do Presidente e a superior razão do Estado

A política é um berço condutor de ideologias, ideias, conceitos, princípios e homens, alguns íntegros, outros nem tanto, na busca de um projecto individual ou colectivo que possa beneficiar toda a sociedade. Nesta caminhada, os agentes políticos tendem a unir-se em organizações, ou partidos políticos, para a prossecução dos objectivos a que se propõem, normalmente a tomada do poder do Estado. Por William Tonet Não existe uma fórmula exacta, para a chegada ao poder, pese existirem, na maioria dos Estados, fascistas ou democráticos (ou em transição), regras e normas jurídicas,…

Leia mais

Carta aberta (e pública) ao Presidente João Lourenço

Recordando (como se fosse preciso) os métodos de José Eduardo dos Santos durante 38 anos, hoje os “anónimos” servidores de João Lourenço (provavelmente alguns reciclados do governo anterior e outros que o Presidente nem conhece) voltaram a pôr as garras de fora. Não gostaram do texto “Sociedade civil, João Lourenço e nós” e, como os sipaios de outros tempos, partiram para as ameaças, para as acusações. Por Orlando Castro Pela forma, mas também pelo conteúdo e pela escrita, percebe-se que são gente evoluída e que gravita junto de quem tem…

Leia mais