MPLA RESGATA TURISMO DE ELITE

Angola vai retomar a recepção de navios cruzeiro, com sete previstos até Abril do próximo ano, o primeiro dos quais deverá escalar o Porto de Luanda esta quarta-feira, com 1.100 passageiros a bordo, anunciou hoje o Governo angolano. e acordo com uma nota do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Angola interrompeu em 2020 a recepção de navios turísticos devido à pandemia da Covid-19, mas a partir de quarta-feira o país voltará “a ter este importante segmento do turismo”. Na quarta-feira, irá escalar no Porto de Luanda…

Leia mais

COINCIDÊNCIAS NÃO ME CONVENCEM

O Presidente da República, João Lourenço, expressou pesar pela morte do General Abreu Muhengo Ukwachitembo ‘Kamorteiro’, lembrando que o seu nome fica “para sempre indelevelmente ligado ao fim definitivo do conflito militar em Angola”. Gostava de acreditar na sinceridade do “pesar”, mas não acredito. Por Orlando Castro general “Kamorteiro” que desempenhava actualmente o cargo de Chefe do Estado Maior General Adjunto das Forças Armadas Angolanas, e tudo indicava seria o próximo Chefe do Estado Maior General, foi um dos signatários dos Acordos de Paz para Angola, a 4 de Abril…

Leia mais

POIS CLARO, TODAVIA, NÃO OBSTANTE…

O Procurador-Geral da República de Angola, general Hélder Pitta Gróz, prometeu hoje o que lhe disseram para prometer, ou seja que o processo contra Isabel dos Santos vai avançar, mesmo que a empresária não preste declarações no âmbito do mandado de detenção internacional pedido pelas autoridades de Angola. élder Pitta Gróz, que falava em Luanda à margem de uma reunião do Conselho de Direcção, afirmou que desconhece (seria de estranhar que conhecesse o que todos conhecem) o paradeiro da filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, e disse que foram…

Leia mais

SENHOR MARCOS SOUTO, NÃO É INANIÇÃO. É MESMO FOME

O representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Angola, Marcos Souto, disse hoje que a insegurança alimentar no reino do MPLA “ainda é relevante”, com grande número de pessoas a sofrerem de “forma desmedida” e “50% de crianças em inanição”. Sendo que “inanição” quer dizer “fraqueza extrema por falta de alimentação”. egundo Marcos Souto, apesar de Angola, neste momento, não ter problemas de limites orçamentais em função das condições globais, pelo facto de o preço do petróleo trazer receitas extras ao país, a insegurança alimentar no país “ainda é significativa”.…

Leia mais

MORREU O GENERAL “KAMORTEIRO”

O general Abreu Muhengo “Kamorteiro”, que assinou em 2002 os acordos de paz entre o governo e a UNITA morreu hoje, anunciou a Televisão Pública de Angola (TPA) que cita “fonte oficial”. general, actual chefe de Estado Maior adjunto para a Área Operacional de Desenvolvimento das Forças Armadas Angolanas, estava internado no Hospital Militar Central. O dirigente militar, cujo nome de guerra significa em língua umbundu pequeno morteiro, foi especialista de artilharia terrestre na extinta FALA, braço militar da UNITA e um dos co-signatários dos acordos de paz para Angola,…

Leia mais

O QUE ERA DIFÍCIL TORNOU-SE IMPOSSÍVEL

O medo de não ter o que comer e um tecto para dormir leva cada vez mais imigrantes lusófonos a procurar ajuda nas associações, que já cerram fileiras para ajudar estas comunidades e principalmente os mais vulneráveis, como os doentes. Os angolanos do país profundo (20 milhões são pobres) que o digam. É claro que o dono dos escravos (João Lourenço) e o seu clã partidário (MPLA) continuam a ter uma vida de nababos (homens ricos que vivem com grande luxo e fausto). u seja, em Portugal “não morrer à…

Leia mais

A BADERNA VEM DE LONGE, A CUMPLICIDADE MORA PERTO

O Ministério Público (MP) angolano vem, cada vez mais, confirmando ser um comboio a vapor, guiado por um maquinista com habilitação de motociclista, insensível aos trilhos da Justiça. Em qualquer país civilizado o MP assenta num tripé principal: Democracia; Ordem jurídica; Direitos individuais e sociais. Em Angola, para desgraça colectiva, assenta em dois pilares: Dependência ideológica e Direitos colectivos difusos. Por William Tonet mundo político ouviu o Procurador-Geral da República e assiste, estupefacto, ao procedimento intentado pelo Ministério Público; Mandado de Captura Internacional (MCI), qual cão de caça, na perseguição…

Leia mais

QUANDO O GENERAL ESCREVE… LATIM!

O Presidente angolano, general João Lourenço, declarou hoje que segue “com grave preocupação” a situação em São Tomé e Príncipe, após o ataque a um quartel, e apelou às autoridades para que procurem agir “com espírito de justiça e serenidade”, coisa que não está a conseguir implementar no conflito entre a RDC e o Ruanda e em que falhou (“espírito de justiça e serenidade”) no seu próprio reino. a “qualidade de Presidente da República de Angola e na de Presidente ‘pro tempore’ [para não se enganar a escrever “temporário” ou…

Leia mais

COMO SE DIZ CORRUPÇÃO NAS LÍNGUAS NATIVAS?

Chegado a uma escola numa recôndita aldeia do Huambo, Luvemba (é claro!), um dirigente do MPLA explicou o que é a corrupção, enfatizando que essa é uma doença que, infelizmente, foi trazida para o nosso país pelos portugueses. m abono da sua tese, o dirigente do regime pediu que levantassem a mão todos os meninos que soubessem como se diz corrupção em qualquer uma das línguas ou dialectos do nosso país. Todos os alunos ficaram imóveis e com a mão pousada na carteira. Não sabiam como dizer corrupção nas línguas…

Leia mais

UM BORDEL CHAMADO CPLP

O líder da oposição da Guiné Equatorial, Andrés Esono, afirmou hoje que as eleições no passado domingo foram “uma fraude total” e que o relatório das missões de observadores eleitorais da União Africana e da CPLP é, respectivamente, “falso” e “ambíguo”. Nada de novo, portanto. Essa “coisa” que dá pelo nome de Comunidade dos Países de Língua Portuguesa continua igual a si mesma, ou seja, um putrefacto bordel. or isso “não espero nada de uma missão de observação eleitoral (MOE) que represente governos”, afirmou em declarações o líder do único…

Leia mais