“Tio, o papá se matou”

PORRA! Mais uma vez, PORRA! É demais. O destino é trágico? Não! A incompetência governativa é que é assassina! A 30 de Janeiro, a Polícia de Paulo de Almeida do MPLA e o Ministério do Interior de Laborinho do MPLA, assassinaram, covardemente, mais de 100 cidadãos inocentes, no Kafunfu-Cuango, Lunda Norte, entre os quais, um primo e sobrinho, como se fossem cães, por reclamarem o fim da fome e miséria, numa terra rica em diamantes. Por William Tonet Assassinos, mentirosos! Assassinos, aldrabões! Assassinos, masoquistas! Assassinos… ao longo de 45 anos…

Leia mais

Desempregados? Não. Inactivos…

A taxa de desemprego em Angola aumentou no terceiro trimestre para 34%, 1,3 pontos percentuais em relação aos três meses anteriores (32,7%) e 3,9 pontos percentuais face ao período homólogo (30,1%), contabilizou o Instituto Nacional de Estatística (INE). “O s indicadores sobre o mercado de trabalho mostram algumas evidências marcadas pelo impacto da pandemia de Covid-19”, realça a Folha de Informação Rápida do Inquérito ao Emprego em Angola datada de 31 de Outubro. A publicação indica, por exemplo, que pessoas que nos trimestres anteriores foram classificadas como desempregadas e pessoas…

Leia mais

Viva o Ango(fome)Sat-2!

O satélite do MPLA, Angosat-2, produzido na Rússia, deverá ser enviado para o espaço (calendas gregas) a partir de Baikonur em Março de 2022 após o satélite antecessor ter perdido o contacto com a Terra, mau grado os esforço feitos pelos dois últimos representantes de Deus em Angola: José Eduardo dos Santos e João Lourenço. Em Outubro, a empresa Sistemas Informacionais de Satélites Reshentev enviará o módulo de carga do satélite para a Europa para que o mesmo receba os seus equipamentos. Enquanto isso, o satélite já tem prazo de…

Leia mais

(Des)empregos em (f)alta…

O Governo do MPLA, no Poder há 45 anos, prevê criar 83.500 empregos, até 2021, no âmbito do Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE), aprovado em Abril de 2019, anunciou o Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social angolano. A promessa, feita em 2017 por João Lourenço, era a de criar 500 mil empregos na legislatura. Em comunicado, o ministério afirmou que os postos de trabalho serão criados no quadro do PAPE, cuja estratégia de operacionalização foi apreciada durante a oitava reunião da comissão económica do…

Leia mais

Só está desempregado quem não tem… emprego!

A taxa de desemprego no segundo trimestre de 2020 em Angola aumentou 4% face ao período homólogo do ano passado, estimando-se em 32,7% e em cerca de 4,7 milhões de desempregados. A Covid-19 é, nesta altura, o bode expiatório que justifica, do ponto de vista oficial, a incompetência do governo. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), o Inquérito ao Emprego em Angola (IEA) referente ao segundo trimestre de 2020, a taxa de desemprego subiu 4% face ao segundo trimestre do ano de 2019, registando-se um total de 4.737.747 desempregados.…

Leia mais

Ora então, calem-se!

O Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) admitiu hoje que a passagem das empresas do grupo privado Media Nova para o Estado “poderá ferir o princípio da pluralidade e da imparcialidade” da informação, enaltecendo, no entanto, a salvaguarda dos empregos. E entre livre de barriga vazia e escravo com ela cheia… Por Orlando Castro (*) S egundo o secretário-geral do SJA, Teixeira Cândido, a transferência dessas empresas privadas de comunicação social (Jornal O País, Rádio Mais e a TV Zimbo) para a esfera do Estado compreende duas faces, entre as quais…

Leia mais

Médicos (angolanos) para quê?

O Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (Sinmea) ameaçou hoje partir para uma greve, nos próximos dias, caso não haja resposta do Presidente da República, a quem foi enviado um manifesto da classe médica angolana. Não deveriam também ter enviado o manifesto ao Presidente do MPLA e ao Titular do Poder Executivo? O presidente do Sinmea, Adriano Esteves, disse em conferência de imprensa que o sindicato está preocupado com o elevado número de médicos angolanos no desemprego, “o elevado índice de morbimortalidade” (relação entre doenças e mortes) nos hospitais e…

Leia mais

Sodiba à beira do colapso

As operações da fabricante de cervejas angolana Sodiba podem colapsar “a curto prazo”, na sequência do arresto dos bens da empresária Isabel dos Santos e do seu marido, Sindika Dokolo, accionistas únicos da empresa. Mas isso, a acontecer, não preocupa a “pujante” economia do reino do MPLA, embora preocupe – e muito – a economia angolana que está a colapsar. Acresce que João Lourenço até nem bebe… Sagres nem Luandina! De acordo com um artigo publicado na edição de hoje do semanário Valor Económico, que cita o presidente do Conselho…

Leia mais

E quem se lixa são os…

Em Portugal, os trabalhadores da Efacec estão com o coração nas mãos após o anúncio da venda da participação de Isabel dos Santos (declarada “inimiga número 1” pelo supostamente novo regime do MPLA). Temem o que será uma certeza, novos despedimentos. O Sindicato das Indústrias Transformadoras e Energia do Norte (Site Norte) tem-se mostrado “apreensivo”, primeiro com o arresto das contas e participações em empresas de Isabel dos Santos e, mais recentemente, com o anúncio da venda da participação da empresária angolana na Efacec, rejeitando que tal possa vir a…

Leia mais

“Falhanço do milagre prometido em 2017”

A consultora Fitch Solutions considerou que Angola deverá manter o ritmo de implementação de reformas, mas alertou que a atracção de investimento estrangeiro é dificultada pela corrupção e que há potencial para mais contestação. Mas para “alterar” a percepção dos investidores estrangeiros, João Lourenço tem a solução: dar instruções aos tribunais para crucificar Isabel dos Santos. “Na Fitch Solutions, esperamos que o Governo de João Lourenço mantenha um nível relativamente robusto de fôlego nas reformas em Angola nos próximos trimestres, e que continue de forma abrangente a luta contra a…

Leia mais