Criminalidade reflecte o (mau) estado do país

O grupo parlamentar da UNITA, o maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, manifestou hoje “bastante preocupação” com o elevado índice de criminalidade em Angola, com destaque para a capital do país, Luanda. Numa nota de imprensa, o grupo parlamentar da UNITA destaca entre as ocorrências criminais efectivos da Polícia Nacional que têm sido afectados no cumprimento da sua missão de garantir a segurança dos cidadãos. “O grupo parlamentar da UNITA lamenta e condena o sucedido e junta-se à dor das famílias enlutadas, apresentando…

Leia mais

MPLA elogia o… MPLA

O Bureau Político do MPLA, partido no poder em Angola há 44 anos, recomendou hoje aos órgãos de defesa e segurança “medidas adequadas à manutenção da ordem pública e estabilidade social”, face aos assaltos registados nos últimos dias em Luanda. Ou seja, cumprindo ordens do Presidente do partido, João Lourenço, querem uma outra “Operação Resgate”, mais musculada e letal, para acabar com a gangrena que o próprio MPLA criou. O comunicado final da quarta reunião ordinária do Bureau Político do MPLA, orientada hoje pelo líder do partido, João Lourenço, analisou…

Leia mais

“Operação Resgate” morreu em combate?

O comandante geral da Polícia Nacional de Angola, Paulo de Almeida, considerou hoje “preocupante” a criminalidade no país, na maioria dos casos com recurso a armas de fogo, e defendeu a reactivação da comissão de desarmamento de civis. Se a isso se juntar, como anunciou o Governo do MPLA, os Conselhos e Vigilância Comunitários (CVC), previstos na lei desde 2016, para auxiliar os órgãos de defesa e segurança no combate e prevenção da criminalidade, estaremos perto do reino… dos céus. Paulo de Almeida disse que a comissão de desarmamento da…

Leia mais

Um acordo Fite(iro) para Trump ver e MPLA facturar

As autoridades de Angola (leia-se MPLA) e dos Estados Unidos da América vão passar a trocar informações com vista à prevenção, investigação e combate à criminalidade internacional, conforme memorando de entendimento assinado hoje em Luanda pelos dois governos. O documento, no domínio da segurança e ordem pública, foi rubricado pelo ministro do Interior angolano, Ângelo Veiga Tavares, e pela embaixadora dos EUA em Angola, Nina Maria Fite. Ao intervir na cerimónia, o governante angolano disse que, depois de um período razoável de negociação, iniciado em 2018, foi assinado “o tão…

Leia mais

Caos e crime numa “coisa” que é tudo menos… país!

Godinho Cristóvão, membro da Associação Justiça, Paz e Democracia (AJPD, uma organização não-governamental angolana) afirmou hoje que a falta de confiança na actuação da Justiça e da Polícia em Angola é a principal causa que está a levar a população a fazer justiça pelas próprias mãos. O que diz a tudo isto o mais alto magistrado da Nação? Nada. Não está nem aí! Em declarações à agência Lusa, Godinho Cristóvão, director da AJPD, salientou que a corrupção e os altos índices de pobreza e de desemprego têm feito aumentar a…

Leia mais

“Operação Resgate”. Onde andam as batatas podres?

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, para além de saudar o início, ontem, em todo o país, da “Operação Resgate”, apelou às estruturas intervenientes no referido processo a cumprirem rigorosamente com as normas e princípios definidos, para que sejam alcançados os objectivos preconizados, da estabilidade, ordem e tranquilidade. Um apelo natural quando não se tem a certeza, e o MPLA não tem, da transparência e da integridade funcional desta operação. Aliás, o próprio comandante-geral da Polícia Nacional, Paulo de Almeida, admitiu no dia 26 de Outubro que vários agentes…

Leia mais

Eles prometem olhar mais (será mesmo?) pelo cidadão

O ministro do Interior de Angola, Ângelo de Veiga Tavares, exortou hoje o novo comandante-geral da Polícia Nacional a dedicar atenção particular às zonas suburbanas de Luanda, devido às dificuldades sociais que enfrentam e que “propiciam crimes violentos”. As dificuldades sociais são de hoje, resultam da crise económica e financeira ou da sistémica má governação do MPLA que já dura há 42 anos? Embora faça parte, há muitos anos, desse má governação, Ângelo de Veiga Tavares parece que só agora chegou aos meandros do Poder. Mais vale tarde do que…

Leia mais

Amnistia tornou Cazenga e Sambizanga mais perigosos

Há muito que os órgãos operacionais do Ministério do Interior (MININT) devolveram, parcialmente, a ordem e a tranquilidade ao distrito urbano do Sambizanga e ao município do Cazenga – ambas circunscrições tidas tradicionalmente como os antros da criminalidade na Província de Luanda. Por Antunes Zongo Infelizmente para os pacatos moradores destas zonas, sob proposta do Presidente da República, a Assembleia Nacional aprovou, com 142 votos a favor, nenhum contra e 33 abstenções, em 20.06.16, a Lei de Amnistia – que está a restituir inúmeros reclusos à liberdade. É verdade que…

Leia mais