“O Heterónimo de Pedra”

Na data em que a UCCLA (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa) assinala 35 anos de existência, foi anunciado que o livro “O Heterónimo de Pedra”, de Henrique Reinaldo Castanheira, é o grande vencedor da 5.ª edição do Prémio Literário UCCLA – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa. A obra vencedora, constituída por pequenos contos numa tessitura que implica as narrativas umas nas outras, toma o tema da viagem como seu eixo essencial, ligando-se o texto a imagens que fazem parte integrante da obra. O autor, Henrique Reinaldo…

Leia mais

E os “génios” do MPLA dão voltas ao bilhar grande!

No dia 4 de Maio, a Sonangol E.P, veio a público informar, “como é desejável numa empresa que se pugna pela total transparência e respeito pelos seus clientes, que o mercado nacional tem estado a registar alguns constrangimentos no abastecimento de combustíveis”. Poucos dias depois o Presidente João Lourenço mandou o Presidente do Conselho de Administração, Carlos Saturnino, ir dar uma volta ao bilhar grande… Carlos Saturnino explicou que a situação decorria, fundamentalmente, dos seguintes factores: a) Dificuldades no acesso às divisas para a cobertura dos custos com a importação…

Leia mais

Dixtior espera ser líder
em Angola já este ano

A Dixtior, consultora portuguesa com 40% de share do mercado angolano em AML (anti money laundering) que concebeu uma solução inovadora para a prevenção de branqueamento de capitais e combate ao financiamento ao terrorismo, foi distinguida internacionalmente pela Global Banking & Finance Review como «Best New Software Provider Portugal 2017» e «Best New IT Consultancy Provider Portugal 2017». Integra também o ranking Deloitte Technology Fast 500 EMEA, sendo a única empresa portuguesa no top 50. A Dixtior, que baseia a sua actividade em três grandes eixos – consultoria GRC (Governance,…

Leia mais

Luaty concorre aos prémios sobre Liberdade de Expressão

O rapper e activista angolano, Luaty Beirão, está entre os 16 finalistas dos prémios internacionais da Liberdade de Expressão, organizada pela Index on Censorship. Nesta edição de 2017, os prémios estão divididos em 4 categorias, nomeadamente: Artes, Campanha, Activismo Digital, e Jornalismo. Por Pedrowski Teca Na qualidade de rapper e activista, Luaty Beirão, também conhecido pelo nome artístico Ikonoklasta, está a concorrer na categoria de utilização da Arte para o exercício da Liberdade de Expressão. Os 16 finalistas estão em grupos de quatro por cada categoria. Na categoria de Artes,…

Leia mais

Luta contra a malária continua e é contínua

Na 28.ª Cimeira da União Africana, os Prémios de Excelência ALMA 2017 foram atribuídos aos seguintes países: Botsuana, Cabo Verde, Comores, República Democrática do Congo, Etiópia, Suazilândia e Uganda, pelos seus resultados na redução da taxa incidência e de mortalidade do paludismo; e ao Chade, pela seu papel de liderança na luta contra a malária. Num período de avanços históricos sem precedentes no sentido da erradicação da malária em África, a African Leaders Malaria Alliance – Aliança de Líderes Africanos contra a Malária (ALMA) galardoou hoje um total de oito…

Leia mais

Premiar os melhores na luta contra a Malária

A African Leaders Malaria Alliance – Aliança de Líderes Africanos contra a Malária (ALMA) vai atribuir os Prémios de Excelência de 2017 a 30 de Janeiro, entre as 12 e as 13 horas (EAT – Hora da África Oriental), no Pavilhão Multiusos do Centro de Conferências da União Africana em Adis Abeba, na Etiópia. Este ano, os prémios ALMA (ALMA Awards) galardoam oito países em duas categorias: Impacto na Incidência e Mortalidade da Malária, e Liderança. Os prémios são entregues anualmente na União Africana, no âmbito da Cimeira de Chefes…

Leia mais

E o vencedor é o… MPLA

Nós fartamo-nos de rir, com um sorriso muitíssimo amarelo, cada vez que entregam os prémios de jornalismo, em Angola. Se o premiado não for aquele jornalista da TPA é um outro jornalista da TPA. Por Domingos Kambunji A liás, se o premiado não for este jornalista da RNA é um outro jornalista da RNA. Se o premiado não for este jornalista do JA é aquele jornalista do JA. Se o premiado não for este ou aquele jornalista da Angop, é um outro jornalista da Angop. Recentemente foram entregues os prémios…

Leia mais

De bestial (para o regime) a besta (para os angolanos)

De bestial (para o regime) a besta (para os angolanos) - Folha 8

O Banco Espírito Santo Angola (BESA) foi novamente considerado, em 2012, o Melhor Banco de Angola, pela revista Global Finance e recebeu o prémio “Best Commercial Bank Award”, pela World Finance. Recordam-se? A nomeação do BESA pelas prestigiadas publicações internacionais teve em conta a performance do banco, analisando critérios como a reputação, a excelência de gestão e a qualidade dos seus serviços. O Banco Espírito Santo Angola foi ainda considerado “Best Trade Finance Bank” e “Best Foreign Exchange Provider” pela Global Finance. Após consultas intensivas a banqueiros, executivos multinacionais e…

Leia mais

Jornalistas devem ser cada vez mais dinâmicos

Jornalistas devem ser cada vez mais dinâmicos - Folha 8

O governador em exercício do Huambo, Joaquim Rodrigues da Conceição, disse que os jornalistas da província do Huambo (e, se calhar, todos os outros) devem pôr todo o seu dinamismo e profissionalismo ao serviço do programa de desenvolvimento da região. Segundo Joaquim da Conceição, que falava no final da gala de distinção dos melhores jornalistas de 2014, é necessário que a classe esteja, cada vez mais, dinâmica, porque têm a nobre missão de mobilizar a população e os técnicos locais, relativamente às acções de desenvolvimento da província. Neste sentido, aconselhou…

Leia mais

Yola Semedo. Qualidade e beleza

Yola Semedo. Qualidade e beleza

A cantora angolana Yola Semedo considerou hoje, sexta-feira, exigente o mercado musical angolano em função da qualidade que os consumidores pretendem do trabalho dos artistas. Yola Semedo, que falava hoje à Angop, disse que a sociedade, em especial, a cultura, está em forte dinâmica, sendo que, com isso, a arte de bem cantar não podia ficar de fora, esclarecendo que a exigência é fruto do surgimento, nos últimos tempos, de muitas músicas de qualidade, o que demonstra a dedicação dos criadores nacionais. “A música hoje é um negócio, já não se faz…

Leia mais