Em Angola os assassinos são heróis

Em Portugal, o homem acusado de ter baleado mortalmente o actor Bruno Candé, em Julho do ano passado numa rua de Moscavide, em Loures, foi condenado a 22 anos e nove meses de prisão. Nos EUA o polícia que matou George Floyd foi condenado a 22 anos de cadeia. Em Angola os assassinos de Cassule e Kamulingue estão em liberdade. Os assassinos de Inocência de Matos estão em liberdade. Os assassinos de angolanos em Cafunfo e Monte Sumi estão em liberdade. Os assassinos do 27 de Maio de 1977 são…

Leia mais

Em memória de George Floyd e Sílvio Dala

O ex-polícia norte-americano Derek Chauvin, de 45 anos, foi considerado culpado de todas as acusações no julgamento do homicídio de George Floyd. A sentença só será conhecida daqui a algumas semanas, de acordo com os órgãos de informação norte-americanos. Por cá, recordemos o “suicídio” do médico Sílvio Dala, numa esquadra da Polícia. Chauvin — que na sala de tribunal ouviu impassível a palavra “culpado” ser pronunciada por três vezes na deliberação dos jurados para os crimes de homicídio em segundo grau, homicídio em terceiro grau e homicídio por negligência —…

Leia mais