Quem cabritos vende
mas cabras não tem…

O economista-chefe do Banco Mundial para a África acabou de descobrir um novo “Ovo de Colombo”. Albert Zeufeck considerou hoje que Angola precisa de aumentar a produtividade e resolver o problema da dívida, sublinhando que o seu frágil desempenho económico está a contribuir para abrandar o crescimento africano. Com que então Angola precisa de aumentar a produtividade e de resolver o problema da dívida? Quem diria? É obra merecedora do Nobel da Economia, no mínimo. É que até agora ninguém tinha descoberto esta solução. “Há várias coisas que Angola pode…

Leia mais

Farra vai acabar quando
for preciso pagar o fiado

Angola fechou hoje dois financiamentos, no total de 280 milhões de dólares (239,5 milhões de euros), atribuídos pelo grupo Banco Mundial (BM), adicionais ao segundo Projecto de Desenvolvimento Institucional para os sectores da água e da agricultura comercial. Recorde-se que, por exemplo, em Fevereiro o BM já tinha financiado outros 70 milhões de dólares (56,4 milhões de euros), para reforço da construção de infra-estruturas básicas sociais, designadamente hospitais e postos médicos, bem como residência para enfermeiros e professores. O acordo de financiamento foi rubricado em Luanda, entre o ministro das…

Leia mais

Aí estão mais uns milhões

O Banco Mundial disponibilizou para Angola um financiamento de 70 milhões de dólares (56,4 milhões de euros), para reforço da construção de infra-estruturas básicas sociais, designadamente hospitais e postos médicos, bem como residência para enfermeiros e professores. O acordo financeiro foi hoje assinado, em Luanda, pelo ministro das Finanças de Angola, Archer Mangueira, e o representante interino do Banco Mundial, Oliver Godron. Este financiamento, vem reforçar o Projecto de Desenvolvimento Local (PDL), a ser implementado nos próximos três anos, pelo Fundo de Apoio Social (FAS), em coordenação com o Ministério…

Leia mais

Renda? Foi média-alta.
Agora é… média-baixa

O Banco Mundial desceu a classificação de Angola para país de renda média-baixa, o penúltimo dos quatro níveis com que a instituição classifica as economias mundiais, pelos rendimentos em função da população. Assim, Angola passou de país de renda anual média-alta, equivalente a entre 3.956 a 12.235 dólares de Renda Nacional Bruta “per capita”, para o nível média-baixa, que se situa entre 1.006 e 3.955 dólares por habitante. O relatório do Banco Mundial refere que além de Angola, outros sete países viram a sua classificação actualizada, casos da Croácia, Geórgia,…

Leia mais

Multiplicar para uns tantos
e subtrair para quase todos

O Banco Mundial (BM) reduziu hoje a previsão de crescimento económico de Angola este ano para 0,9%, o valor mais baixo de todas as previsões já avançadas pelas instituições internacionais, no seguimento da crise petrolífera. De acordo com a actualização do relatório “Perspectivas Económicas Globais”, divulgado em Washington, a terceira maior economia africana e o maior produtor de petróleo da África subsaariana vai ter um crescimento económico de 0,9% este ano e de 3,1% em 2017, o que representa uma revisão de 2,4 e de 0,7 pontos percentuais relativamente às…

Leia mais

“Please”, emprestem-nos dólares. Muitos milhões

O Banco Mundial já disponibilizou um empréstimo de 450 milhões de dólares a Angola, mas o Governo pretende captar mais mil milhões, com uma garantia da instituição, nos mercados interno e externo. A informação foi transmitida pelo porta-voz da delegação do Ministério das Finanças que participa na assembleia anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM), que decorre esta semana em Lima, no Peru, referindo-se a um acordo que o Governo angolano fechou em Julho último. “É uma operação que incluiu um apoio à tesouraria no valor…

Leia mais

Bloco Democrático questiona visita do BM e FMI

“Em suas visitas ao nosso país, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional vão, amiúde sugerindo um Plano de Austeridade, visando, nomeadamente, aumentar os impostos e impor cortes aos salários da função pública. A inda recentemente os mesmos organismos brindavam a governação pelo crescimento económico, pela coerência na aplicação de reformas fiscais, apontando que Angola estaria no bom caminho. Mesmo agora, elogiam as medidas governamentais, nomeadamente, àqueles tendentes à diversificação da economia. O Bloco Democrático – BD rejeita categoricamente qualquer medida, sugerida por organismos internacionais, no sentido de criar…

Leia mais

Aí vêm mais 450 milhões

O Ministério das Finanças de Angola anunciou hoje um acordo com o Banco Mundial para um empréstimo de 450 milhões de dólares e uma garantia financeira para captar recursos no mercado internacional. Segundo informação do Ministério, o Conselho de Administração daquela instituição internacional aprovou, esta terça-feira, a primeira operação financeira para a gestão e desenvolvimento de políticas na área fiscal e do investimento público em Angola, através do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). “Compreende um empréstimo de 450 milhões e uma garantia de 200 milhões de dólares norte-americanos,…

Leia mais

Banco Mundial, como muitos outros, vê o que não existe…

Banco Mundial, como muitos outros, vê o que não existe... - Folha 8

O Banco Mundial considera que a descida do preço do petróleo, a principal fonte de receita de Angola, vai tornar mais difícil manter a diversificação económica no país. Manter? Por Norberto Hossi O Banco Mundial considera que a recente quebra dos preços do petróleo vai tornar mais desafiante o objectivo de Angola relativamente à diversificação da economia, porque a descida dos preços configura uma mudança estrutural de médio prazo. Por outras palavras, há males que vêm por bem. Se calhar, até porque o governo do MPLA, que (di)gere o país…

Leia mais

Venham daí… mil milhões

Venham daí... mil milhões - Folha 8

O Governo de José Eduardo dos Santos está a negociar com o Banco Mundial um empréstimo de 500 milhões de dólares para equilibrar o orçamento, a somar a mais 500 milhões já contratados com o Goldman Sachs e Gemcorp Capital, noticiou hoje o “Financial Times”. S egundo o jornal, o Governo está a negociar um empréstimo de concessão – a juros muito abaixo dos praticados pela banca comercial – no valor de 500 milhões de dólares, elevando para mil milhões de dólares o montante de empréstimos contraídos nas últimas semanas.…

Leia mais