Herói ou vilão? A mentira contumaz…

O MPLA diz-se profundamente sentido, muito chocado, pelo facto de jovens revolucionários, em representação de uma maioria, sem escola, sem saneamento básico, sem água canalizada, sem emprego, sem esperança e sem futuro, indiferentes às guerras, à tragédia do 27 de Maio de 1977, à bestialidade e boçalidade dos actuais políticos, no poder, terem, estoicamente, escalado (subido) a estátua de António Agostinho Neto, durante a manifestação do dia 10 de Dezembro de 2020, no largo 1.º de Maio, data considerada como da fundação do MPLA. Por William Tonet Foi um feito…

Leia mais

Deduzida acusação
no caso dos incidentes
no Bairro da Jamaica

O Ministério Público (MP) de Portugal deduziu acusação contra uma família, mãe e três filhos, e um agente da PSP, no processo relativo aos confrontos entre moradores e polícias ocorridos em Janeiro, no Bairro da Jamaica, concelho do Seixal. Segundo a acusação do MP, o polícia, de 34 anos, foi acusado de um crime de ofensas à integridade física simples, enquanto a mulher, de 53, responde por um crime de resistência e coacção. Um dos filhos, de 32 anos, responde por nove crimes (dois de resistência e coacção e sete…

Leia mais

Ano escolar na Lunda Sul
conta com João Lourenço

O Presidente da República desloca-se amanhã, segunda-feira, à província da Lunda Sul para uma visita de trabalho de algumas horas. O ponto principal da visita é presidir à cerimónia de abertura do ano académico 2018/2019. Desenganem-se os que pensavam que João Lourenço iria inteirar-se do que se passou com a violenta repressão policial e militar de sábado contra os manifestantes convocados pelo Movimento do Protectorado Lunda-Tchokwe. No tempo em que permanecerá na cidade capital da província da Lunda Sul, o Presidente vai visitar as obras do futuro Hospital Geral de…

Leia mais

HRW desafia regime a ser
o que nunca foi – sério

A Human Rights Watch (HRW) pediu hoje ao Governo angolano uma investigação “urgente e imparcial” ao uso da força pela polícia contra uma “manifestação pacífica” em Luanda, que terminou com vários feridos, entre os quais Luaty Beirão. É para rir, sobretudo quando se espera que o regime de sua majestade José Eduardo dos Santos responda ou altere a sua lei de que o MPLA é Angola e Angola é o MPLA. A posição surge num comunicado divulgado pela estrutura da HRW para África sobre a manifestação que cerca 10 activistas…

Leia mais

Farsa já em exibição

Tal como lhe competia perante tão perigosos terroristas e seus apoiantes, a polícia do regime de Eduardo dos Santos carregou hoje sob alguns manifestantes que se concentraram à porta do tribunal de Benfica, nos arredores de Luanda, defendendo a libertação dos activistas que hoje começaram a ser meros figurantes nesta farsa. Por Orlando Castro L uaty Beirão definiu com extrema precisão o que se passa ao dizer: “Vai acontecer o que José Eduardo decidir. Tudo aqui é um teatro, a gente conhece e sabe bem como funciona. Por mais argumentos…

Leia mais