ESTEVE PERTO, MAS NÃO ULTRAPASSOU OS… 100%!

O presidente do MPLA (partido no Poder há 46 anos) e chefe de Estado angolano (não nominalmente eleito) e também Titular do Poder Executivo, João Lourenço, foi esta sexta-feira reeleito com 98,04% dos votos, conquistando 2.610 delegados num universo de 2.662 votantes. Foi um excelente resultado que arrasou toda a concorrência… que não houve. Ao contrário do que é prática do MPLA nos simulacros eleitorais no país, não se concretizou – embora por pouco – a estratégia de João Lourenço ultrapassar os 100% de votos. De acordo com os números…

Leia mais

“MPLA DESAFIOU A NOSSA FORÇA, UNIDADE E DETERMINAÇÃO»

O congresso do Tribunal Constitucional, ordenado pelo juiz-relator, Carlos Burity, através do Acórdão 700/2021, polémico pela sua matriz discricionária, encerrou com a votação a recair a favor do único candidato: 96, 43% Adalberto da Costa Júnior. “Glória! Glória. Habemos Presidente”, gritou Raúl Ngola, veterano professor-guerrilheiro, reformado, depois de se conhecer a contagem dos votos, ao princípio da noite de hoje. “O MPLA quis desafiar as bases do nosso projecto, pensando que nos poderia destruir como o fez à FNLA. A nossa resposta foi esta. Forte. Vigorosa. Agora o nosso candidato…

Leia mais

ELEITO JÁ ESTÁ. E AGORA, MPLA?

Apitos, cornetas e “ye ye yés” efusivos saudaram hoje a eleição de Adalberto da Costa Júnior (ACJ) no XIII Congresso da UNITA, depois de o dirigente ter sido afastado da liderança do partido por decisão do MPLA através da sua sucursal Tribunal Constitucional (TC). O TC deu razão, em Outubro, ao MPLA através de um grupo de militantes que alegaram irregularidades no congresso de Novembro de 2019 que elegeu Adalberto da Costa Júnior, nomeadamente o facto de ter nacionalidade portuguesa à data da entrega da candidatura, obrigando a repetir o…

Leia mais

TUDO NORMAL… SE ASSIM O MPLA ENTENDER

O presidente duas vezes cessante da UNITA, Isaías Samakuva, e o candidato a líder, Adalberto da Costa Júnior, eleito no anterior congresso, votaram para eleger o representante máximo do “Galo Negro”, com poucos minutos de intervalo, reafirmando a união do partido. Isaías Samakuva se aproximou da mesa 6 para depositar o seu voto, saindo com espírito de dever cumprido e respondendo que espera uma UNITA mais unida após o conclave. A votação deveria ter decorrido esta manhã, mas o atraso na reunião de sexta-feira determinou que só hoje se realizasse…

Leia mais

ANGOLA ELEITA PARA O CONSELHO EXECUTIVO DA UNESCO

Angola foi eleita, durante a 41ª Sessão da Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), membro do Conselho Executivo, para o 2022-2026. Educação, ciência e cultura é mesmo connosco. Se “haver” necessidade o Governo (do MPLA) até assina um “compromíssio”. Ao submeter a candidatura para a eleição, o Estado Angolano deixou patente a grande importância que atribui à UNESCO. Durante o mandato, o país pretende continuar a envidar esforços no sentido de contribuir para que a organização alcance os seus objectivos.…

Leia mais

“HÁ” MILITANTES (DA UNITA) QUE VÃO PEDIR AJUDA AO MPLA

A candidatura de Adalberto da Costa Júnior à presidência da UNITA já foi validada e o candidato pode iniciar a campanha a partir de 15 de Novembro, disse hoje a coordenadora da comissão de mandatos, Amélia Ernesto. Fica, como anteriormente, a “faltar” a validação pelo MPLA e pela sua sucursal, o Tribunal Constitucional. Recorde-se que Adalberto da Costa Júnior (ACJ), eleito presidente da UNITA no XIII Congresso de 2019, foi afastado na sequência de uma decisão do Tribunal Constitucional, imposta pelo MPLA, que anulou o conclave e a direcção então…

Leia mais

Nova Provedora da (in)justiça

A Assembleia Nacional elegeu hoje Florbela Araújo nova Provedora de Justiça de Angola, para um mandato de cinco anos, em substituição de Carlos Ferreira Pinto, que renunciou ao cargo sem qualquer explicação. O projecto de resolução que aprova a eleição do Provedor de Justiça foi aprovado com 154 votos a favor, um voto contra, do deputado David Mendes, não integrado em grupo parlamentar, e nenhuma abstenção. Na sua declaração de voto, David Mendes disse não aceitar o modelo usado para a indicação e eleição da nova provedora, proposto pelo MPLA,…

Leia mais

O Galo irá voar?

O presidente cessante da UNITA, Isaías Samakuva, desejou hoje que o processo eleitoral para a escolha do novo líder do partido angolano do “Galo Negro” decorra sem instabilidade nem fricções, para que o congresso promova a reconciliação interna. “P odemos discordar, mas sem contundências nem hostilidades, para não perdermos a capacidade de nos unir”, pediu o líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), o maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, fundado por Jonas Savimbi há 53 anos. Isaías Samakuva…

Leia mais

Savimbi, Samakuva e…

A UNITA, principal partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, inicia na quarta-feira o seu XIII Congresso Ordinário, onde será eleito o substituto do actual presidente, Isaías Samakuva, que deixa o cargo após 16 anos. A decisão será tomada por 1.150 delegados de todo o país que se vão reunir em Luanda, entre quarta e quinta-feira, para escolher o novo líder, que será o terceiro presidente do partido fundado por Jonas Savimbi a 13 de Março de 1966. Os preparativos do XIII Congresso Ordinário do…

Leia mais

Samakuva empurra a sua candidatura com a barriga

“Samakuva é candidato à presidência da UNITA” foi a manchete da edição de 23.07.2019 do Jornal de Angola, que mais uma vez suscitou críticas de milhares de angolanos e não só, que desde o final de 2017 esperam que o líder do maior partido político da oposição angolana cumpra com o que prometeu numa entrevista à Rádio France Internacional (RFi): “Perca ou ganhe, vou deixar a liderança da UNITA”. Por Pedrowski Teca “E stá desfeito o mistério. Isaías Samakuva vai mesmo recandidatar-se à liderança da UNITA, no XIII Congresso do…

Leia mais