A razão do Presidente e a superior razão do Estado

A política é um berço condutor de ideologias, ideias, conceitos, princípios e homens, alguns íntegros, outros nem tanto, na busca de um projecto individual ou colectivo que possa beneficiar toda a sociedade. Nesta caminhada, os agentes políticos tendem a unir-se em organizações, ou partidos políticos, para a prossecução dos objectivos a que se propõem, normalmente a tomada do poder do Estado. Por William Tonet Não existe uma fórmula exacta, para a chegada ao poder, pese existirem, na maioria dos Estados, fascistas ou democráticos (ou em transição), regras e normas jurídicas,…

Leia mais

O poder das “sombras”

Há muitos anos, o empresário português (já falecido) Belmiro de Azevedo afirmou que “um subalterno tem o dever de questionar uma ordem do chefe e, se for o caso, dizer-lhe que não é suficientemente competente”. Esta tese poderia ser aplicada ao MPLA/Governo? Afinal o Povo angolano tem razão, mas não tem força. O que acontecerá quando esse mesmo Povo tiver força e estiver nas tintas para a razão? Por Orlando Castro e William Tonet Se calhar essa foi uma das regras que originou o êxito, a credibilidade e o prestígio…

Leia mais

A verdade sobre a batalha do Kuito Kuanavale

É hoje um facto indesmentível que partimos mal como Estado independente em 1975. É costume dizer-se que errar é humano, mas persistir no erro torna-se perigoso sobretudo quando se trata da gestão da coisa pública e particularmente quando se trata de gerir um país com uma estrutura sócio-cultural complexa na sua constituição como é o caso dos países africanos. Por Paulo Lukamba Gato Quer queiramos admiti-lo como não, o nosso país vive hoje uma época histórica que devia ser melhor aproveitada para um exercício introspectivo honesto, profundo e inclusivo com…

Leia mais

Ter razão antes do tempo
contra a vontade do… rei

O ex-primeiro-ministro angolano Marcolino Moco propõe aos angolanos a alternativa “da cidadania, da intervenção social”. Entre a continuação do regime, que considera marcado pela “arrogância” e o nepotismo, e uma revolução violenta, como as do norte de África. Marcolino Moco, que foi também o primeiro secretário-executivo da CPLP, considera que a sua alternativa, que frisou não ser um manifesto político-partidário, pode devolver a Angola a utilidade da política enquanto instrumento de desenvolvimento e não de projecto personalizado, como considera estar a ser actualmente desenvolvida. “A primeira alternativa é esta presente,…

Leia mais

As verdades do arcebispo

O arcebispo do Huambo, D. José Queirós Alves, apelou hoje, domingo, nesta cidade, à juventude católica de Angola para permanecer firme na fé e com esse espírito de humildade, contribuindo para o bem-estar das comunidades. Por Orlando Castro O prelado católico fez esse pronunciamento durante a missa solene que marcou a abertura do jubileu dos 75 anos da missão católica de Santa Cruz do Canhe, onde 165 jovens receberam o sacramento da confirmação que os torna adultos na fé e 53 adolescentes renovaram as suas promessas baptismais. D. José de…

Leia mais

Luaty coerente – A vitória da razão

A vitória da razão é o gesto individual ou colectivo de alguém, que com um gesto, desmorona uma máquina bélica, talhada e traçada para degolar os adversários. A vitória da razão é um hino à liberdade! Uma estrofe à coerência. Uma rima à democracia. Um rap à justiça. Por William Tonet É um poemário de 36 trilhas, convertidas em nobres dias, numa luta incessante contra as algemas belicistas de um regime monárquico, que faz da força a única razão da sua sobrevivência. Mas, nesta luta, contra os jovens considerados “frustrados”,…

Leia mais