Tudo na santa paz do MPLA, afirma a CNE, filial do MPLA

A sucursal eleitoral do MPLA (Comissão Nacional Eleitoral – CNE) procedeu hoje à apreciação individual de cada uma das actas dos 18 círculos provinciais eleitorais de Angola, no âmbito do apuramento definitivo, anunciou hoje a porta-voz do órgão. Júlia Ferreira resumia os trabalhos do plenário de hoje, que julgou improcedente (basta vir da Oposição para ter sempre o mesmo veredicto determinado pelo patrão) as duas únicas reclamações, apresentadas pelos partidos políticos nas províncias do Huambo e de Benguela, que ficaram registadas nas respectivas actas de apuramento provincial. Segundo Júlia Ferreira,…

Leia mais

Diplomatas do MPLA dizem:
– Eleições foram credíveis

Eis a grande novidade do MPLA que, de uma vez por todas, esclarece tudo sobre as eleições. Assim, um grupo de 149 diplomatas (angolanos, obviamente) observou as eleições gerais de 23 de Agosto, em Angola, tendo concluído que foram “livres, justas e credíveis”. O anúncio foi, é claro, feito pelo seu chefe, o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti. De acordo com o chefe da diplomacia do regime, para este processo de observação eleitoral, a convite da sucursal eleitoral do MPLA (Comissão Nacional Eleitoral – CNE), foram constituídos oito grupos…

Leia mais

UNITA não engole sujeira da CNE

A UNITA também reiterou hoje que a origem dos resultados provisórios transmitidos pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), das eleições gerais angolanas, de quarta-feira, é desconhecida, e que o seu sistema de contagem revela liderança em algumas províncias. A posição foi hoje manifestada, em conferência de imprensa, pelo vice-presidente da UNITA, Raul Danda. O vice-presidente da UNITA e candidato nestas eleições a vice-Presidente da República referiu que o Secretariado Executivo do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA está a acompanhar “com a devida atenção” o anúncio dos resultados provisórios da…

Leia mais

Tumultos no Centro de Escrutínio Nacional

À Redacção do Folha 8 acabam de chegar várias denúncias provenientes do Centro de Escrutínio Nacional das eleições de Angola, localizado no Centro de Convenções de Talatona (CCT), dando conta que estão a impedir a entrada de certos Delegados de Lista dos partidos políticos da oposição, sobretudo, os presidentes de Mesas de Voto das mesmas organizações políticas. Por Pedrowski Teca “Estão a ser impedidos de participar directamente na sala de contagem de boletim”, denunciou um dos Delegados de Lista no local. O Centro de Escrutínio Nacional é a estrutura da…

Leia mais

Contar votos tem mais (des)encanto às escuras

A Direcção da CASA-CE, concorrente às eleições gerais do país, queixou-se hoje de casos de delegados de lista retirados das mesas de voto durante o escrutínio, mas a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) desconhece a situação. Aliás, enquanto sucursal do MPLA, desconhece tudo, não ouviu nada, nada sabe. E o que sabe é soprado pelas “ordens superiores” do regime. A posição foi assumida em declarações aos jornalistas cerca das 21:00, três horas após o encerramento das urnas nas eleições gerais angolanas, na sede da segunda força da oposição angolana, pelo secretário…

Leia mais