Passaporte electrónico (talvez) um dia destes!

A discussão sobre o passaporte electrónico foi reagendada para a próxima sessão legislativa da Assembleia Nacional de Angola depois de algumas dúvidas levantadas por deputados sobre o uso do documento, disse hoje fonte oficial. A discussão na especialidade da proposta de Lei do Passaporte Angolano e o Regime de Saída e Entrada de Cidadãos Nacionais, aprovada na generalidade por unanimidade, estava prevista para hoje, para ir à votação final global na terça-feira. Em declarações hoje à imprensa, o Secretário de Estado para o Interior, Bamokina Zau, disse que foi decidido…

Leia mais

Ao contrário de JLo I, JLo II fundou a… “Nova Angola”!

O Presidente angolano, João Lourenço (que nada tem a ver com um outro João Lourenço), solicitou hoje ao corpo diplomático acreditado em Luanda que ajude o país (ou será os donos do país?) a divulgar a imagem da “nova Angola” que, disse, é “mais aberta e receptiva ao investimento privado”. Acabado de chegar à política angolana, João Lourenço acredita que os diplomatas, entre outros, não têm memória. Aliás, o Presidente deveria ter aproveitado a oportunidade para, diante de uma plateia de autómatos programados para aplaudir quem estiver no Poder, explicar…

Leia mais

Diplomatas do MPLA dizem:
– Eleições foram credíveis

Eis a grande novidade do MPLA que, de uma vez por todas, esclarece tudo sobre as eleições. Assim, um grupo de 149 diplomatas (angolanos, obviamente) observou as eleições gerais de 23 de Agosto, em Angola, tendo concluído que foram “livres, justas e credíveis”. O anúncio foi, é claro, feito pelo seu chefe, o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti. De acordo com o chefe da diplomacia do regime, para este processo de observação eleitoral, a convite da sucursal eleitoral do MPLA (Comissão Nacional Eleitoral – CNE), foram constituídos oito grupos…

Leia mais

Crise chega aos diplomatas?

O Governo angolano pretende reduzir a partir de Setembro a rede diplomática e consular, para poupar recursos financeiros, em função da crise que o país atravessa com a quebra nas receitas da exportação de petróleo. Antes há eleições, mas como o MPLA tem a certeza de que vai ganhar, está à vontade já com o que vai fazer depois da votação. A informação consta de um despacho presidencial do final de Abril, em que o Presidente angolano (nunca nominalmente eleito e no poder há 38 anos) cria uma “comissão ‘ad-hoc’…

Leia mais

Diplomatas bajulam sua majestade o divino rei

Como não poderia deixar de ser, o decano do Corpo Diplomático acreditado em Luanda, Jean Baptiste Dzangue, elogiou hoje os êxitos quase divinos da governação (que já dura há 37 anos) de sua majestade José Eduardo dos Santos. E, no agradecimento, Dos Santos disse que a interpretação de Dzangue traduz as qualidades de um observador atento e de um diplomata distinto. Ao discursar na cerimónia de cumprimentos de Ano Novo do Corpo Diplomático, José Eduardo dos Santos – na sua congénita modéstia de estadista de gabarito mundial – disse que…

Leia mais