E agora Sr. Ministro?

As autoridades angolanas estão a efectuar diligências junto da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), com vista a beneficiar de apoio aos programas de controlo e gestão de queimadas no país. E o que vai agora dizer o ministro João Melo? Os contactos estão a ser encetados pela Representação Permanente de Angola na FAO, em Roma (Itália), tendo como interlocutor a direcção florestal desta agência da ONU, noticia a Angop. Segundo a Representação Permanente, o propósito da iniciativa é o de obter para Angola assistência no controlo…

Leia mais

Cachipembe queima mas
não é incêndio, diz Melo

O ministro do MPLA da Comunicação Social, João Melo, afirmou que comparar as queimadas que se fazem em vários países africanos do centro-sul, como Angola, com os fogos da Amazónia “é um completo nonsense”, admitindo, no entanto, o problema. O rapazola confundiu a obra-prima do mestre com a prima do mestre de obras, mostrando que, por exemplo, se o Presidente da República taxasse a estupidez dos membros do Governo, o país deixaria de estar em crise. Por Orlando Castro Na sua conta do Twitter, o ministro fez alusão a um…

Leia mais

Angola lidera lista de países com mais incêndios

O Brasil é o terceiro país com o maior número de fogos, numa lista liderada por Angola, que registou 6.902 fogos nos últimos dois dias, comparado com os 2.127 registados no Brasil, principalmente na Amazónia. De acordo com a agência de informação financeira Bloomberg, que cita dados do satélite MODIS (Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer) lançado pela NASA em 1999, Angola registou 6.902 fogos nas últimas 48 horas, mais do dobro dos 3.395 na República Democrática do Congo e mais do triplo dos 2.127 fogos registados no Brasil. “Os fogos que…

Leia mais

Mais de mil mortos devido a incêndios desde o início do ano

Mais de mil mortos devido a incêndios desde o início do ano

Mais de mil pessoas morreram em Angola desde Janeiro e 699 ficaram feridas, vítimas de 1.790 incêndios, informou hoje o Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB). Segundo o secretário de Estado do Interior, Eugénio Laborinho, as estatísticas deste ano representam um aumento de 449 mortos, 318 feridos e 153 casos de incêndio, comparativamente ao mesmo período do ano passado. Eugénio Laborinho avançou os dados na abertura das jornadas alusivas ao Dia Nacional do Bombeiro, que se comemora a 30 de Novembro. O governante classificou como “preocupante” o aumento…

Leia mais