Milhões de euros para combater a caça furtiva que é mantida por… generais

O Governo angolano apresentou hoje um projecto sobre o combate à caça furtiva, com orçamento inicial de mais de 4,1 milhões de dólares (3, 4 milhões de euros), visando travar o “preocupante fenómeno que persiste” no país. A prática da caça furtiva em Angola conta com “certa protecção especial dos órgãos que garantem a ordem e segurança pública” e é promovida por “comandantes provinciais, segundos comandantes, oficiais e generais”. O “Projecto sobre o Combate ao Comércio Ilegal da Vida Selvagem e ao Conflito entre o Homem e o Animal em…

Leia mais

Um acordo Fite(iro) para Trump ver e MPLA facturar

As autoridades de Angola (leia-se MPLA) e dos Estados Unidos da América vão passar a trocar informações com vista à prevenção, investigação e combate à criminalidade internacional, conforme memorando de entendimento assinado hoje em Luanda pelos dois governos. O documento, no domínio da segurança e ordem pública, foi rubricado pelo ministro do Interior angolano, Ângelo Veiga Tavares, e pela embaixadora dos EUA em Angola, Nina Maria Fite. Ao intervir na cerimónia, o governante angolano disse que, depois de um período razoável de negociação, iniciado em 2018, foi assinado “o tão…

Leia mais

A “pulhícia” do reino

A “Pulhícia” Nacional (pulha = vil, desprezível, torpe, indecente) emitiu um comunicado sobre a morte de mais uma inocente, negligenciada por não ter o curso de electrotecnia, sem a possibilidade de ser (di)Gerente ou Presidente de empresas de “pitrol”. Por Domingos Kambunji Um dia, quando a pulhícia disser a verdade o pessoal não vai acreditar. A “curtura” reinante na sociedade é de a “pulhícia” poder matar, depois pedir ao cidadão para se identificar e, finalmente, dar ordem de prisão por o cidadão não respeitar as ordens superiores da autoridade, por…

Leia mais