Mais um absurdo policial

A Polícia Nacional do MPLA, quando era suposto socorrer as vítimas, faz o inverso, partindo para a extorsão, com base no conhecimento prévio que tem do apelo de socorro. Como atesta a denúncia, que acusa o comandante da Polícia de Intervenção Rápida do Zango e um técnico da Administração de posse indevida de terreno, que deveria proteger, no quadro das suas obrigações profissionais. As entidades foram instadas pelo grito desesperado de um cidadão, como atesta a carta abaixo: “À Administração de Viana C/C: Posto de Comando Policial de Viana, ao…

Leia mais

Sindika Dokolo: Crónica de um crime anunciado

A interminável história do inamovível presidente José Eduardo dos Santos (36 anos no poder; sem data para sair) e da ganância desmedida da sua família motivou o jornalista investigativo Rafael Marques de Morais a apresentar hoje uma queixa-crime contra o multimilionário congolês Sindika Dokolo, esposo da bilionária Isabel dos Santos e genro de Zedú. Por Maka Angola O governador do Kwanza-Sul, recentemente processado por se ter apropriado ilegitimamente de terras terá depois permitido que o genro do presidente adquirisse uma extensão de terreno suficientemente grande para fundar uma pequena cidade,…

Leia mais

Negociatas com terrenos origina queixa contra governador do Kwanza-Sul

Rafael Marques apresentou hoje em Luanda uma queixa contra o governador da província do Kwanza-Sul por expropriação e apropriação de terrenos que o próprio general Eusébio Brito atribuiu a uma empresa de que é sócio. D e acordo com a participação criminal apresentada ao Procurador-Geral da República de Angola, o general Eusébio de Brito Teixeira chegou mesmo a escrever um requerimento dirigido ao governador do Kuanza-Sul – “ou seja, a si mesmo” — para a legalização de uma parcela de terra destinada à construção de um condomínio. O General Eusébio…

Leia mais

Director Nacional do Património do Estado é um novo latifundiário

Director Nacional do Património do Estado é um novo latifundiário - Folha 8

A 5 de Junho passado, o director nacional do Património do Estado, Sílvio Franco Burity (foto), requereu com sucesso ao governador provincial do Kwanza-Sul, general Eusébio de Brito Teixeira, a legalização de 8 974 hectares para os seus projectos privados de agro-pecuária. Por Rafael Marques de Morais O terreno em causa está situado na comuna de Quimbalanga Haco, no município do Mussende, e divide-se em duas áreas contíguas. Na primeira, de 4 751 hectares, Sílvio Franco Burity apresentou o requerimento na qualidade de representante da empresa privada Grano Gado Lda.…

Leia mais

Bié contra(?) o garimpo de terrenos

Bié contra(?) o garimpo de terrenos - Folha 8

O governador da província do Bié, Álvaro Manuel de Boavida Neto, apelou hoje, sábado, no Chinguar, para a necessidade dos funcionários das administrações municipais evitarem a comercialização ilegal de terrenos preparados para auto- construção dirigida. Só para os das administrações municipais? Em declarações à Angop, o governador denunciou existência de funcionários das administrações municipais que estão a distribuir ilegalmente parcelas de terrenos aos cidadãos, tendo chamado atenção a população no sentido de denuncia-los e repor a verdade (legalidade). “Regista-se a prática do garimpo de terrenos patrocinados pelos funcionários das administrações…

Leia mais

E o resto são… o que eles quiserem

E o resto são… o que eles quiserem - Folha 8

O Juiz-Presidente do Tribunal Constitucional de Angola, pediu autorização para açambarcar 24.000 hectares, no Kwanza Sul, destinados a actividades empresariais. A Constituição de Angola proíbe os magistrados judiciais, no exercício de funções, de praticarem qualquer actividade pública ou privada, além da judicatura, a não ser as de docência e investigação de natureza jurídica. O Governador Provincial deu autorização para o Juiz-Presidente do Tribunal Constitucional violar a Constituição.

Leia mais

O Eusébio d’Angola

O Eusébio d’Angola - Folha 8

O General Eusébio de Brito Teixeira requereu ao Governador do Kwanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, autorização para açambarcar 30.000 hectares, no Kuanza Sul. O Governador do Kwanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, deu deferimento ao pedido apresentado pelo General Eusébio de Brito Teixeira, autorizando o açambarcamento de 30.000 hectares no Kwanza Sul. Os cidadãos residentes nessa área, que agora é propriedade do General Eusébio de Brito Teixeira, irão ser desalojados, por ordem do Governador do Kwanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira.

Leia mais