Remessas de emigrantes também são… irritantes

As remessas dos emigrantes portugueses em Angola caíram 17,3%, para 26,5 milhões de euros em Julho, enquanto que as remessas dos angolanos a trabalhar em Portugal desceram 3,4%, para 830 mil euros. Culpado? Tudo indica que é o famoso “irritante”. Existe, aliás, uma galopante praga de “irritantes”… De acordo com os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal, o dinheiro enviado pelos portugueses a trabalhar em Angola passou de 32,08 milhões de euros, em Julho de 2017, para 26,51 milhões de euros, o que influencia decisivamente o saldo entre Portugal…

Leia mais

Pobres que paguem a crise!

As famílias angolanas com dependentes no exterior do país vão passar a estar limitadas, a partir de 1 de Julho, ao envio de até 1.000 euros, em divisas, de ajuda familiar, determinou o Banco Nacional de Angola (BNA). A decisão consta do instrutivo 6/2018, sobre “limites de operações cambiais de ajuda familiar”, assinado pelo governador do BNA, José de Lima Massano, e com data de 19 de Junho, enviada entretanto aos bancos comerciais angolanos. O documento determina o limite de venda mensal de 1.000 euros, por parte dos bancos comerciais,…

Leia mais

Dos PALOP chega menos dinheiro a Portugal

As remessas dos portugueses a trabalhar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) caíram 11% no ano passado, enquanto as dos africanos empregados em Portugal subiram 27,7%, mas são em muito menor valor. De acordo com os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal no Boletim Estatístico, os portugueses a trabalhador nos países africanos lusófonos enviaram no ano passado 229,1 milhões de euros, o que representa uma descida de 10,96% face aos 257,4 milhões que tinham enviado em 2014. Em sentido inverso, ou seja, as verbas enviadas pelos africanos…

Leia mais

Angolanos a trabalhar em Portugal fecham a torneira

As remessas dos angolanos a trabalhar em Portugal caíram mais de 30% em Outubro, ao passo que o dinheiro enviado pelos portugueses em Angola para Portugal teve uma quebra de 5,7% face ao mesmo homólogo do ano passado. D e acordo com os dados do Banco de Portugal, apresentados no Boletim Estatístico, os angolanos a trabalhar em Portugal enviaram para o seu país de origem 1,5 milhões de euros, o que representa uma quebra de 30,5% face aos 2,16 milhões que tinham enviado em Outubro de 2014. Em sentido contrário…

Leia mais

Portugueses vêm abanar a árvore dos dólares

O perfil da emigração portuguesa para Angola e Moçambique revela uma maioria de adultos masculinos com mais de 30 anos, com lógica empresarial e forte ligação a Portugal, indicam as conclusões de um projecto hoje apresentado em Lisboa. “A emigração para Angola e Moçambique” foi um dos painéis da Conferência Internacional “Regresso ao futuro: a nova emigração e a relação com a sociedade portuguesa” que hoje decorreu na Fundação Calouste Gulbenkian. “Há algumas diferenças em relação a Angola e Moçambique, mas nos dois casos é uma emigração de pessoas com…

Leia mais

Portugueses enviam menos
e os angolanos enviam mais

As remessas enviadas pelos trabalhadores angolanos em Portugal aumentaram 34,2% em Julho, para 4,8 milhões de euros, ao passo que as verbas enviadas pelos portugueses em Angola caíram 12,2% para 20,6 milhões de euros. D e acordo com o Boletim Estatístico divulgado hoje pelo Banco de Portugal, os angolanos a trabalhar em Portugal registaram uma forte subida percentual de 33,6% em Julho, tendo enviado 4,87 milhões de euros, ao passo que no mesmo mês de 2014 tinham enviado 3,63 milhões de euros. Em sentido inverso, isto é, os portugueses a…

Leia mais

Remessas de angolanos em Portugal duplicaram

As remessas dos angolanos a trabalhar em Portugal mais do que duplicaram no primeiro semestre deste ano, subindo para 9,5 milhões de euros, ao passo que os portugueses em Angola reduziram as transferências em 20%. D e acordo com os dados do Banco de Portugal, divulgados hoje no boletim estatístico, o valor das remessas enviadas pelos angolanos a trabalhar em Portugal para o seu país passou de 4,71 milhões de euros para 9,54 milhões, o que revela uma subida de 102,5%. Em sentido inverso, os portugueses em Angola enviaram menos…

Leia mais

Portugueses reduzem remessas

Portugueses reduzem remessas - Folha 8

As remessas dos portugueses que estão em Angola caíram 24,5% em Janeiro deste ano face ao mesmo mês do 2014, enquanto o dinheiro enviado pelos angolanos a trabalhar em Portugal subiu 149% para 2,3 milhões de euros, segundo o Banco de Portugal. D e acordo com os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal no Boletim Estatístico, os expatriados portugueses em Angola enviaram para o país de origem 15,2 milhões de euros, o que compara com os 20,2 milhões de euros que tinham enviado no primeiro mês do ano passado.…

Leia mais

De Luanda está a chegar menos dinheiro a Lisboa

De Luanda está a chegar menos dinheiro a Lisboa - Folha 8

As remessas, para Lisboa, dos portugueses que estão a trabalhar em Angola caíram em Dezembro 51,5% face a Dezembro do mês anterior, para 16,7 milhões de euros, indicam os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal no boletim estatístico. S egundo os números, que se referem ao último mês do ano passado, os portugueses a trabalhar em Angola enviaram para Portugal 16,7 milhões de euros, quando em Dezembro de 2013 tinham enviado para o seu país cerca de 34,5 milhões de euros. Os dados hoje avançados pelo Banco de Portugal…

Leia mais

“Ridículo, ridículo, ridículo”

"Ridículo, ridículo, ridículo" - Folha 8

O presidente do Conselho de Administração do BIC classificou hoje de “ridículo” o tratamento dado em Portugal à quebra registada em Janeiro nas remessas de Angola para Portugal. A s declarações de Fernando Teles foram registadas no encontro que esta manhã reuniu em Vale de Cambra diversos empresários do município e também do de Arouca, com o objectivo de promover oportunidades de financiamento da União Europeia, potenciadas pelo novo Quadro Comunitário de Apoio. “É ridícula a forma como as pessoas estão a tratar a situação do mês de Janeiro em…

Leia mais