Está visto que não adianta chorar

No passado dia 15, Carlos Pinho publicou aqui um artigo de opinião intitulado “Está visto que não adianta chorar”. Um leitor, que “assina” como “Observador”, enviou-nos o comentário (publicado no mesmo dia) e que agora voltamos a dar à estampa para situar a resposta de Carlos Pinho. Eis o texto (ipsis verbis) do “Observador”: «Nao me interessa , so sei que em portugal so existe professores e engenheiros. Esta terra Angola a sua independencia foi golpeada e cobicada por portugueses do SAUDOSISTAS E SEQUELAS do Salazar , FASCISTAS e EXTREMISTAS…

Leia mais

Portugal aposta (agora)
no “bajú” Azeredo Lopes!

O ministro da Defesa de Portugal, Azeredo Lopes, está – segundo o jornal Público – a preparar uma visita, dentro de duas semanas, a Angola. O governo socialista de António Costa deposita grandes esperanças nesta deslocação. E tem razões para isso. Azeredo Lopes é, desde há muito, um amigo do regime e certamente João Lourenço sabe disso. Por Norberto Hossi Aliás, no dia 6 de Março de 2017, já o Folha 8 dizia “Apostem em Azeredo Lopes”. Falhada a missão do perito dos peritos portugueses, Santos Silva, as esperanças de…

Leia mais