CHEVRON DESENVOLVE PLATAFORMA PETROLÍFERA PIONEIRA

A subsidiária da Chevron em Angola desenvolveu em Cabinda a primeira plataforma petrolífera de fabrico standardizado, um “projecto pioneiro” com uso quase exclusivo de recursos angolanos, cuja montagem no mar está programada para Junho. Este “projecto pioneiro desenvolvido em Cabinda”, uma das principais regiões produtoras de petróleo do país, foi descrito pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, como um “feito histórico” que traduz o fomento do executivo à incorporação de conteúdo local. O projecto Lifua A, produzido em 11 meses, está localizado no campo de Malongo,…

Leia mais

Estado-Maior da Sonangol
factura êxitos em Houston

Uma importante delegação da Sonangol E.P. participa, desde segunda-feira última, 30 de Abril, na edição de 2018 da Offshore Technology Conference (OTC), que decorre em Houston – Texas (Estados Unidos da América) até ao dia 3 de Maio. À margem da Conferência, a Sonangol está a realizar uma série de reuniões de negócios, com várias empresas operadoras e de prestação de serviços, que visam o relançamento da actividade do sector. Na manhã de ontem, a Sonangol manteve um encontro com a operadora norueguesa Statoil, representada pelo seu CEO Eldar Sætre…

Leia mais

Sonangol vai pagar 300 milhões à Chevron

A administração da petrolífera angolana Sonangol informou hoje ter um acordo para o pagamento de 300 milhões de dólares em dívida à norte-americana Chevron, da operação do bloco 0, no ‘offshore’ de Cabinda e no qual a empresa gerida por Isabel dos Santos tem uma quota de 40%. AChevron fez saber, sem rodeios, que poderia accionar a cláusula do acordo caso a Sonangol (em caso de incumprimento nos pagamentos por mais de 21 dias, o associado faltoso passa a incorrer na perda dos seus direitos de participação) não se comprometa…

Leia mais

Chevron faz ultimato à Sonangol

O director-geral da Chevron em Angola, John Baltz, enviou há dias um ultimato ao Conselho de Administração da Sonangol. A multinacional norte-americana reclama pagamentos no valor de US $300 milhões referentes às obrigações da Sonangol relativamente aos custos de produção no Bloco 0 em Cabinda, operado pela Chevron (39,2 por cento) e onde a Sonangol detém 40 por cento da quota. Por Rafael Marques de Morais (*) Desde a nomeação do Conselho de Administração, em Junho passado, a Sonangol deixou de honrar os seus compromissos contratuais com a Chevron, no…

Leia mais

O petróleo angolano e a sua mancha negra de destruição

Angola vive uma situação delicada do ponto de vista democrático e isso infelizmente já faz décadas. O actual governo corrobora com esse cenário difícil de conviver por meio de actos de violência contra manifestações civis, prisões injustas e medidas para não viabilizar o debate político com outros partidos e casos extremos de corrupção activa e passiva. A actividade petrolífera no país está envolvida em vários escândalos de corrupção e degradação do meio ambiente angolano. Por Marcelo de Medeiros (*) Além de ser a fonte principal dos casos de falta de…

Leia mais