Criminoso do MPLA é sempre herói

O Presidente de alguns angolanos do MPLA, João Lourenço, homenageou hoje o “nacionalista” Ludy Kissassunda, manifestando “profundos sentimentos de pesar à família”, pela morte do general que foi criminoso activo nos massacres de 27 de Maio de 1977, ou não tivesse sido, entre 1975 e 1979, o director geral da DISA (Direcção de Informação e Segurança de Angola), a antiga “secreta” do MPLA/Neto, uma verdadeira organização criminosa e terrorista. Por Orlando Castro (*) João Rodrigues Lopes, conhecido como Ludy Kissassunda, morreu em Portugal no passado dia 6 de Janeiro, por…

Leia mais

A Angola sonhada virou pesadelo

Parece que os jovens angolanos que há dias se concentraram no exterior da Embaixada de Angola em Lisboa, finalmente constataram o óbvio. Ou talvez não! Esta Angola foi e é a Angola sonhada pelo primeiro Presidente do País, António Agostinho Neto, mesmo que os habituais defensores do herói nacional jurem a pé juntos que não. Por Carlos Pinho (*) Basta olhar para o que foi o percurso do António Agostinho Neto, as suas jogadas de bastidores, as perseguições aos seus adversários políticos e oponentes que acabaram com a morte de…

Leia mais

Dizimados depois de ajudarem o MPLA

A jornalista e escritora portuguesa Leonor Figueiredo publicou, na quarta-feira passada, dia 19, o livro «O fim da extrema-esquerda em Angola: Como o MPLA dizimou os Comités Amílcar Cabral e a OCA», onde narra como o partido que governa Angola desde 1975 aniquilou física e estruturalmente um amplo grupo que defendia o poder popular mediante um combate ideológico forte. Por Sedrick de Carvalho Logo após o 25 de Abril de 1974, os jovens que compunham os Comités Amílcar Cabral disponibilizaram-se a ajudar o MPLA no controlo de Luanda, e foram…

Leia mais

Presos políticos e práticas de tortura

Presos políticos e práticas de tortura - Folha 8

Antes de me alongar presto um minuto de silencio em memória aos tantos compatriotas que foram eliminados por pensarem e agirem diferente das regras estabelecidas pelo regime vigente em Angola, que é para mim sim uma pura ditadura. Por Fernando Vumby E para provar que Angola é sim uma ditadura, manos convido-vos a visitarem as cadeias angolanas e contabilizem quantos militantes e dirigentes dos Movimentos do Protectorado das Lundas Tchokwe e da Frente de Libertação do Enclave de Cabinda estão presos. São uma grande maioria e nunca foram julgados. E…

Leia mais