Angola só existe graças,
é claro, ao PCP e ao MPLA

Congresso do Partido Comunista Português, 4 de Dezembro de 2016, Almada. Luísa Damião, hoje vice-presidente do MPLA, representava o partido (versão José Eduardo dos Santos). Vejamos, na íntegra, a intervenção da Luisinha, um esclarecedor conjunto de bajulação ao “escolhido de Deus” e de reconhecimento ao papel do PCP na venda, ao preço da chuva, de Angola ao seu MPLA. «Trazemos para todos vós uma saudação fraterna, da Direcção do MPLA, dos seus militantes e simpatizantes que formulam votos de sucesso nos trabalhos do vosso Congresso. A realização deste Congresso é…

Leia mais

Processo sobre Vicente seguiu para o TIC de Lisboa

O Ministério Público (MP) de Portugal já enviou para o Tribunal de Instrução Criminal o caso “Operação Fizz”, apesar de o vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, não ter sido ainda notificado da acusação, disseram hoje fontes ligadas ao processo. Paulo Sá e Cunha, mandatário do procurador e arguido Orlando Figueira, confirmou à Lusa que recebeu um ofício do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa a solicitar aos advogados de defesa para se pronunciarem sobre a decisão do Ministério Público de enviar os autos para instrução. A decisão do Departamento Central…

Leia mais

William Tonet demite-se da
vice-presidência da CASA-CE e não integrará listas

Na política ainda existe, pese a podridão que grassa em muitos palcos, nobreza, princípios e valores. Amiúde sinto uma certa frustração, não com ela (política), mas com determinados políticos de pacotilha, que a intoxicam. E, quando os valores são premeditada e dolosamente violados, os íntegros, em nome da coerência, justiça, imparcialidade e democracia, por defensores de projectos, andam em sentido contrário. Por William Tonet (*) Não tem sido prática trazer à praça pública questões internas, não resolvidas, nas organizações, no caso na CASA-CE, mas estando a injustiça, a calúnia e…

Leia mais

José Eduardo dos Santos deixa cair Manuel Vicente

O jornal português Expresso, na sua edição de ontem, num artigo assinado pelo correspondente em Luanda, Gustavo Costa, dizia que, “abandonado pelo presidente”, Manuel Vicente “está sob o fogo cruzado de acusações veladas que visam transformá-lo no bode expiatório da crise financeira de Angola”. Recordemos um nosso exclusivo, aqui publicado no dia 25 de Maio de 2016, sob o título: “Manuel Vicente pede demissão”: O vice-presidente da República de Angola, Manuel Vicente, também, conhecido como “Mr. Petróleo”, endereçou uma carta ao Presidente da República, José Eduardo dos Santos solicitando a…

Leia mais