Sarna, raiva, malária, são eterno património do MPLA

No Cunene, 416 casos de escabiose, doença conhecida popularmente por sarna, foram registados de Janeiro a Julho deste ano, o que representa 199 casos a mais em relação ao igual período anterior. Por outro lado, as autoridades sanitárias no município de Nharêa, no Bié, registaram, desde o passado mês de Junho, 12 casos de munícipes mordidos por cães raivosos, dos quais três terminaram em óbitos. A informação sobre a sarna foi avançada pelo chefe do Departamento de Saúde Pública e Controlo de Epidemias do Cunene, Félix Belarmino, referindo que o…

Leia mais

Malária ajuda o turismo?

Angola, este reino que ainda agora recebeu o Fórum Mundial do Turismo e que já garantiu para 2020 o mesmo evento, registou já 1.025 óbitos por malária, de Janeiro a Maio de 2019, entre os 1.168.813 casos confirmados e 77 óbitos por sarampo, particularmente, na província da Lunda Sul, segundo o Ministério da Saúde. A malária é a principal causa de mortes em Angola (o tal reino que, segundo o presidente do Fórum Mundial do Turismo, Bulut Bagc, em termos de turismo é “virgem” e que isso a torna um…

Leia mais