Tal como Carlos Saturnino anunciara em Fevereiro

A administração da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) considera a participação que a petrolífera estatal detém no banco português no Millennium BCP, de mais de 800 milhões de euros, como “um investimento estratégico”. A posição consta do relatório e contas da empresa referente a 2017 – só aprovado este mês pelo accionista Estado -, numa altura em que a petrolífera tem em curso um processo de alienação de meia centena de participações na banca e em empresas do grupo. “A participação da Sonangol no Millennium BCP é um…

Leia mais

Sinais de (des)investimento de Angola em Portugal

Depois de vários anos a crescer e a ganhar grande visibilidade, o investimento angolano em Portugal dá agora sinais de recuo. Na semana passada o presidente da Sonangol, a petrolífera estatal angolana, anunciou um plano de venda de activos que não pertencem à sua principal actividade, o que inclui participações em várias empresas e bancos. E se em Angola isso pode afectar as fatias que detém na Mota Engil Angola (20%) ou no Banco Caixa Geral Angola (25%, cabendo 51% à Caixa Geral de Depósitos), em Portugal a Sonangol está…

Leia mais

Galp: A promiscuidade entre
Sonangol e Isabel dos Santos

A imprensa portuguesa anunciou há dias que a empresa Amorim Energia, do milionário luso Américo Amorim, vendeu cinco por cento da sua participação na GALP, a maior empresa portuguesa. Por Rui Verde (*) Accionista maioritário e presidente do Conselho de Administração, Amorim reduziu a sua participação na GALP de 38,34 por cento para 33,34 por cento. Segundo fontes do mercado de valores de Lisboa, a empresa do milionário português teria comprado estes cinco por cento de acções pelo valor total de 590 milhões de euros, vendendo-as agora por 484 milhões…

Leia mais

“O deputado algarvio da Galp”

Como cidadão activo, conhecendo a importância da crítica, da discussão necessária, da busca constante de caminhos que levem a soluções frutíferas e, porque penso o País (Portugal), não posso deixar de exibir o meu ponto de vista, a minha perplexidade quanto à presença de elementos do actual governo e deputados do PSD relativamente às viagens pagas pela petrolífera alusivas ao jogo da selecção Nacional de Futebol no Euro 2016 a convite da Galp. Por Fernando Meireles (*) Centrar-me-ei sobre a aceitação de uma viagem por parte do deputado “algarvio da…

Leia mais