Racistas cospem no prato onde comem

Milhares de pessoas assinaram uma petição pública que exige a deportação do activista luso-senegalês Mamadou Ba, após comentários racistas sobre o mais condecorado militar português, tenente-coronel comando Marcelino da Mata. “Mamadou Ba, ex-acessor do Bloco de Esquerda e dirigente da Associação SOS Racismo, proferiu declarações caluniosas no Twitter contra o Militar mais condecorado da História Portuguesa, o Tenente-Coronel Marcelino da Mata, um dia depois do seu falecimento”, lê-se na petição. Os peticionários querem que a “expulsão” do activista “sirva de exemplo”: “Serve a presente petição pública para que a Assembleia…

Leia mais

Angola é o MPLA e os
generais são o MPLA!

O Supremo Tribunal Militar de Angola considerou que 200 antigos membros da 23ª Companhia de Comandos foram transferidos ilegalmente para uma empresa de segurança privada “Teleservice” na “Região Leste” por ordem de generais envolvidos em operações mineiras. Novidade? Nenhuma. Se Angola é o MPLA e o MPLA é Angola… está tudo dito. Recordemos, até porque nos honramos de fazer jornalismo com memória, o que aqui escreveu o nosso colega Sedrick de Carvalho, no dia 13 de Julho de 2018, sob o título «Criminosa segurança dos diamantes dos generais»: «A empresa…

Leia mais

“Porque não conquistamos Luanda”

Há 42 anos um velho companheiro dos Comandos estava às portas de Luanda para tentar evitar a entrega de Angola ao colonialismo soviético. Ele e os restantes Comandos não conseguiram. Foi nesse ano, 1975, que ele começou a morrer. Mesmo assim lutou até 2017. Partiu agora. Em sua homenagem reproduzo o texto “Porque não conquistamos Luanda”, de que é autor o Comando Gilberto Santos e Castro. Por Orlando Castro “E stamos em Agosto de 1975. Um pequeno grupo de portugueses desembarca em Angola para ajudar a impedir a sua entrega…

Leia mais