Um cata-vento Itinerante

O homem tem fraca visão. Idolatra assassinos e ladrões e depois arrepende-se por sofrer de falta de visão e de desonestidade intelectuais. Uau!!!…. O poeta-sipaio do 27 de Maio agora vem dizer que o MPLA não libertou os países da África Austral e, pelo contrário, afundou Angola nesta região do planeta com tanta corrupção? Por Domingos Kambunji O Manuel Rui Monteiro já foi notificado para ir prestar declarações na Procuradoria-Geral da Re(i)pública da Angola do MPLA pela cumplicidade nos crimes praticados com os fuzilamentos do 27 de Maio de 1977?…

Leia mais

Nem o populismo escondeu
o nanismo do Sr. Marcelo!

Especialista dos especialistas em tudo, o Presidente português falou hoje sobre a história da colonização de Angola, afirmando ter sido um período que em que houve “uma interlocução, um diálogo”, com “altos e baixos”, que abriu caminho à unidade territorial do Estado angolano. Num discurso na Escola Portuguesa de Luanda, depois de ouvir um grupo de alunos cantar os hinos angolano e português, Marcelo Rebelo de Sousa referiu-se à visita que fez hoje de manhã ao Museu Nacional de História Militar, que tem artefactos do início do tempo colonial, da…

Leia mais

Os pseudo-democratas
e as prostitutas virgens

É fácil, em Angola, vomitar bacoradas quando se está protegido pelo estatuto obtido através da bajulação e tentativas de canonização de ditadores de um re(i)gime dominado pelo MPLA, um partido sanguinário, corrupto e vigarista. Por Domingos Kambunji É o que acontece com o pseudo-democrata João Melo quando opina sobre o governo e as eleições em Angola, refugiado e escudado no conformismo parasitário de quem não se alimenta de “fuba podre, peixe podre…” Será que o João nos quer convencer que Angola é um país democrático e desenvolvido quando, na verdade,…

Leia mais

Carta para um bajulador

Após Gildo Matias José ter dito que a morte do adolescente Rufino António, ocorrida a 6 de Agosto no Zango 3, “foi um acidente”, o site Central Angola 7311 publicou uma carta onde repudia as declarações daquele “pseudo-analista” feitas à televisão Zimbo na semana passada. Por Sedrick de Carvalho Na carta aberta, os membros do site afirmam que Gildo Matias “deve estar muito equivocado”, mas garantem saber as reais motivações do mesmo: “queres atingir grandes patamares e promoções tal como os que te antecederam naquela cadeira [da mesa de debates]…

Leia mais