Uau! A UNITA acordou

O presidente da UNITA, considerou hoje que o país “não tem novo paradigma de governação” e o que “impera actualmente em Angola é o mesmo regime de 1975”. Uau! Isaías Samakuva acordou finalmente ou foi apenas um intervalo na mesmice habitual? Será que o espírito de Jonas Savimbi encarnou no actual líder do Galo Negro? Por Orlando Castro (*) “O paradigma do partido/Estado traduz-se na captura das instituições do Estado e da economia pelo partido dominante, para assegurar o controlo da riqueza nacional e dos recursos públicos por uma só…

Leia mais

Samakuva acredita no Pai Natal

O líder da UNITA, Isaías Samakuva, disse hoje em Luanda que vai apresentar um protesto ao Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, sobre o incidente envolvendo deputados do partido na província de Benguela e que terminou com três mortos. Eis mais um exemplo de que a UNITA vive num país que não existe e acredita no Pai Natal. Ao dizer que vai levar estes assassinatos a sua majestade o rei de Angola, o partido de Isaías Samakuva passa a mensagem de que Angola é aquilo que não é: uma democracia…

Leia mais

“Angola precisa de outra independência”

Samakuva - "Angola precisa de outra independência" - Folha 8

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, disse hoje que o Orçamento Geral do Estado “é algo de fachada, que não se cumpre”, acrescentando também que ninguém sabe “de onde surgem enormes somas de dinheiro a passear na Europa”. Questionado pelos jornalistas no final de uma intervenção em Lisboa, no ‘International Club de Portugal’, o líder da UNITA ressalvou que ainda não tinha lido o documento que rege as despesas e receitas de Angola em 2015, mas sublinhou que, pela experiência, podia dizer que “o Orçamento Geral do Estado, em Angola,…

Leia mais