Galo não voa mas cacareja

O grupo parlamentar da UNITA, o maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, vai exigir (isto é como quem diz) a constituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para analisar o “desaparecimento” de 400 milhões de kwanzas (586 mil euros) do Banco de Poupança e Crédito (BPC). “N este momento o país está a viver um problema sério, desapareceram mais de 400 milhões de kwanzas no BPC e vamos exigir da Assembleia Nacional a constituição de uma comissão de inquérito. Seria incoerência da…

Leia mais

UNITA prega no deserto e
o MPLA ri dos matumbos

A UNITA vai propor a quatro grupos parlamentares a subscrição do documento a remeter ao Tribunal Constitucional, com vista a que em Angola passe a existir aquilo que é banal, que é elementar, em qualquer Estado de Direito: transparência, fim da impunidade e uma acção fiscalizadora da Assembleia Nacional à actividade do Governo. O líder parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, pretende saber quem se posiciona contra direitos constitucionais e restrições à acção das instituições com um pedido de apreciação do acórdão que proíbe a Assembleia Nacional de fiscalizar…

Leia mais

Receita da “The Economist”
é “plágio” da tese da UNITA

A revista The Economist dedica, na edição de hoje, dois artigos a Angola, defendendo que há sinais encorajadores de reformas do novo Governo, mas acrescentando que é preciso fazer mais para acabar com a percepção de corrupção. É um bom conselho para João Lourenço e seus muchachos: O importante não é acabar com a corrupção mas, isso sim, com a “percepção de corrupção”. “Alguns sinais prematuros são encorajadores; para além de afastar o clã de dos Santos, o novo Presidente forçou uma lei para tornar os investimentos mais fáceis e…

Leia mais

CPI sobre a Dívida Pública?
– MPLA diz não, não e não!

A direcção do Parlamento do MPLA (falar de Parlamento angolano é um sofisma) rejeitou – cumprindo obviamente “ordens superiores” – o pedido da UNITA para a constituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a real dívida pública angolana e os seus beneficiários. A informação foi transmitida pelo líder parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, que não se conforma com a decisão de indeferimento, tomada em “tempo recorde” – cinco dias – pela direcção do Parlamento, alegando falta de fundamentação no pedido. Tudo isto acontece porque, mais…

Leia mais