Temos fome, queremos… beber!

O Governo angolano propôs o desagravamento do Imposto Especial de Consumo (IEC), para o sector das bebidas, que prevê passar de 25% para 8% para os refrigerantes e 11% para as cervejas e sidras. Era mesmo disso que os angolanos estavam a precisar. Estamos com fome, queremos uma… Cuca! A proposta foi hoje aprovada na reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros e, segundo a ministra das Finanças, Vera Daves, a redução é resultado do consenso que se atingiu a nível técnico, submetido ao crivo político, que anuiu favoravelmente.…

Leia mais

Redução no IVA da água
e mais apoios à indústria

A Associação das Indústrias de Bebidas de Angola (AIBA) afirma que o sector atravessa “uma crise significativa” e reivindicou uma revisão fiscal em baixa, incluindo do IVA sobre a água. Como alternativa, certamente que o governo poderá dar mais uma volta pelo mundo à procura de alguém que lhe conceda mais algum… fiado. “N ão faz sentido num país como Angola em que não existe, infelizmente, ainda acesso generalizado a água potável, onerar o preço da água ao consumidor em cerca de 10%, como acontecerá se se mantiver a proposta…

Leia mais

Travão à importação de bebidas começará em breve

Travão à importação de bebidas começará em breve - Folha 8

A imposição de quotas à importação de bebidas por pate do nosso país, decretada pelo Governo, está atrasada, devido à necessidade de regulamentar o processo, mas deverá acontecer durante o segundo semestre deste ano, informou o representante da associação do sector. D e acordo Joaquim Tandala, que falava hoje à Lusa à margem de uma feira empresarial em Luanda em representação da Associação das Indústrias de Bebidas de Angola (AIBA), apesar do atraso na aplicação destas quotas, prevista para Março passado, a garantia recebida do Governo é aplicação das novas…

Leia mais

Importadores renitentes

Importadores renitentes - Folha 8

A ministra do Comércio de Angola, Rosa Pacavira, disse hoje que importadores de bebidas portuguesas estão a mostrar alguma “renitência” à intenção do Governo de aplicar quotas de importação nos sectores com excedentes de produção, como o das bebidas. R osa Pacavira falava hoje no Parlamento no âmbito das supostas discussões na especialidade da revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2015. Depois de verificados excedentes de produção no sector das bebidas, referiu a ministra, o momento agora é de reduzir consideravelmente a entrada de produtos nesta área, designadamente…

Leia mais

Bebidas importadas… já eram

Bebidas importadas… já eram - Folha 8

A ministra da Indústria angolana admitiu considerar apenas uma “pequena quota” na importação de bebidas, já que a capacidade instalada no país é suficiente para satisfazer as necessidades de Angola. A ministra Bernarda Gonçalves Martins falava durante a cerimónia de posse dos corpos dirigentes da agora criada Associação das Indústrias de Bebidas de Angola (AIBA), precisamente na semana em que foi divulgada a imposição de quotas no país para a importação de vários produtos, nomeadamente cervejas, sumos e águas, mas também alguns alimentos. A medida deverá reduzir já a partir…

Leia mais