Patrão manda, sipaios cumprem

O líder do Movimento do Protetorado Lunda Tchokwe (MPLT), “Zeca Mutchima”, e 25 manifestantes envolvidos em protestos em Cafunfo foram acusados pelo Ministério Público do MPLA (Angola) dos crimes de ultraje ao Estado e seus símbolos e associação de malfeitores, refere o despacho de acusação. De acordo com o despacho do Ministério Público, Mateus “Zeca Mutchima” está a ser acusado num processo único com outros 25 co-arguidos, tendo em comum os crimes de ultraje ao Estado e aos seus símbolos e associação de malfeitores, enquanto os manifestantes vão responder também…

Leia mais