A verdade não prescreve

A UNITA, maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, defendeu, em Luanda, que a libertação da África Austral “foi obra dos seus filhos e não dos russos e cubanos”. Mais uma lição aos auto-intitulados donos da verdade, o MPLA. A posição foi expressa em conferência de imprensa, pelo secretário nacional dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), Abílio Kamalata Numa, a propósito do dia 23 de Março, comemorado em Angola (por imposição do MPLA)…

Leia mais

(Des)iludido com a política mas sempre na (nossa) luta

Falando à TV Zimbo, Kamalata Numa assegurou que continua a ser da UNITA e que não vai, apesar de desiludido, abandonar a vida política activa. Nem sequer é candidato a deputado. Vai estar activo, como sempre, continuando – também como sempre – a pensar pela própria cabeça. “N este momento com a saída do senhor Presidente da República, José Eduardo dos Santos, eu achei que todos os angolanos deviam ver nisso uma oportunidade e achei que devia encetar uma saga diferente daquela que está a ser feita pelos meus colegas”,…

Leia mais

A oportunidade para “Um compromisso de Estado”

Depois de aproximadamente 38 anos como Presidente da República de Angola, o Senhor Engº José Eduardo dos Santos prepara-se para deixar o poder e todo envolvimento com a política nacional saindo pela porta do MPLA e do seu Comité Central. Por Abílio Kamalata Numa José Eduardo dos Santos sai desprezando todas outras sensibilidades nacionais que continuam a aguardar pela solução dos problemas criados pelo legado do Dr. António Agostinho Neto (com a cultura herdada do sistema de partido único e da República Popular de Angola, a guerra pós-colonial, o 27…

Leia mais