O (des)encanto da (in)competência

As mais de 8.000 pessoas que ficaram desalojadas em consequências das chuvas torrenciais de Abril, em Luanda, continuam a aguardar soluções por parte do governo provincial, que está a “preparar o processo”, segundo disse hoje a governadora. Os angolanos estão, ao que parece, mal habituados. Tanto o governo do país como o de Luanda não existem para servir a população. A sua principal é função é… servir-se dessa população. “Tirando algumas iniciativas individuais que foram realizadas, ao nível do Governo Provincial de Luanda (GPL), estamos ainda a preparar o processo,…

Leia mais