Agora ninguém o pára!

Em Março, diversas personalidades assinaram uma petição pela libertação de Rui Pinto, o “hacker” responsável pelo vazamento de informações no âmbito dos escândalos “Football Leaks” e “Luanda Leaks”. A posição do Folha 8 sobre este assunto foi, é e será a de que não se pode combater a corrupção com leis corruptas nem com magistrados corruptos. O manifesto que pediu (com sucesso) a libertação do “hacker” foi subscrito por personalidades ligadas à política, ao desporto, à cultura, ao jornalismo e à educação. O “hacker” esteve até há pouco tempo. Nos…

Leia mais

Sim ou não à libertação
do “hacker” Rui Pinto?

Diversas personalidades assinam uma petição pela libertação de “hacker” responsável pelo vazamento de informações no âmbito dos escândalos “Football Leaks” e “Luanda Leaks”. O documento será entregue ao Parlamento português. William Tonet, director do Folha 8, não assina a petição e diz – em declarações à DW – que não se pode combater a corrupção com leis corruptas nem com magistrados corruptos. Um manifesto que pede a libertação do “hacker” português Rui Pinto será entregue à Assembleia da República de Portugal. O documento conta com assinaturas de personalidades ligadas à…

Leia mais

E o maior “jornalista” de investigação é… Rui Pinto

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes criticou esta segunda-feira os “dois pesos e duas medidas” da justiça portuguesa em relação a Rui Pinto, a fonte dos documentos que levaram ao Luanda Leaks, exigindo que o “hacker” tenha estatuto de denunciante. Tendo os documentos em questão sido obtidos de forma ilegal não podem ser considerados como prova em julgamento, isto quando se fala de justiça em qualquer Estado de Direito que, na verdade, não se sabe se Portugal é, e que se tem a certeza que Angola não é. “H á dois…

Leia mais