Governo sem jornais?
Jornais sem governo?

Estamos, sinceramente, a gostar de ver. Uma regra fundamental do Jornalismo diz, ou dizia, que se o jornalista não procura saber o que se passa é um imbecil, e que se sabe o que se passa e se cala é um criminoso. Cá quem em casa, goste-se ou não, não somos imbecis nem criminosos. Por Orlando Castro Os jornalistas, ou similares (políticos, ex-políticos, candidatos a políticos etc.), angolanos procuram saber o que se passa. E a prová-lo está o facto de que muitos que eram, até 2017, fiéis, acérrimos e…

Leia mais

Angolanos têm de pagar as dívidas do MPLA a… Cuba

O Presidente da República, João Lourenço embarcou hoje para a República de Cuba em visita oficial, onde, a partir de segunda-feira, efectua uma visita oficial de dois dias destinada a reforçar as relações de cooperação bilaterais, com a assinatura de vários acordos. Neste momento de crise, que os angolanos atravessam, fruto das más políticas do regime do MPLA (o único que o país conheceu desde 1975), a deslocação ao país caribenho, tem todo o condão de ser mais partidário, fruto da longa relação entre os dois partidos no poder. Se…

Leia mais

Putin ordena: Já e em força porque África será… nossa

O regresso da presença russa a África está marcado pelo investimento, ou seja, venda de armas e envio de “conselheiros” ou mercenários, com Moscovo a competir com a Europa e a China para o papel de principal parceiro do continente africano. De acordo com um artigo da agência France-Presse, o destaque da crescente presença da Rússia em África surgiu no dia 30 de Julho, com o assassinato de três jornalistas russos na República Centro-Africana, que investigavam a presença do grupo militar Wagner no país. Segundo o artigo, desde o início…

Leia mais

Mercenário charlatão
e (é claro) fiel servente

O Victor Carvalho não tem vergonha na cara ao abordar a problemática das notícias falsas e dos falsos perfis na internet. A verdade é que estamos na presença de um falso jornalista que se especializou em apoiar a divulgação da mentira, como fiel servente do charlatão, ex-director do Jornal de Angola, José Ribeiro, tentando ambos branquear a actividade corrupta de José Eduardo dos Santos e acólitos. Por Domingos Kambunji Foram muitas as análises do Victor Carvalho, analfabeto sistémico, a tentar demonstrar que Angola estava no bom caminho e que José…

Leia mais

Memória para quê?

Será a memória uma arma importante para os jornalistas manterem viva a força da razão, derrotando a cada vez mais poderosa razão da força? É. Mas, também é verdade, há cada vez mais gente a tentar apagá-la. Está a ser uma sobrevivência complicada. Por Orlando Castro E se é assim nos países que são, de facto e de jure, Estados de Direito Democráticos, o que se poderá dizer dos que são, como Angola, um feudo esclavagista apaparicado por todos aqueles que entendem que há terroristas bons e maus, e não…

Leia mais

Bons alunos da… PIDE

Apesar de se saber que José Ribeiro é um mercenário para todos os serviços, importa continuar a pôr não um dedo mas todos os dedos nessa ferida, que já é uma autêntica cratera putrefacta, que dá pelo nome de “Jornal de Angola”, também conhecido por Pravda ou Boletim Oficial do regime. Por Orlando Castro N a verdade, o Pravda é o principal instrumento do regime que aposta tudo na incitação à intolerância absoluta e à violência”, pelo que a sobrevivência dos mercenários depende do grau de sabujice e dos resultados…

Leia mais

Mercenários do Pravda voltam a atacar

Mercenários do Pravda voltam a atacar - Folha 8

O editorial de hoje do Pravda do MPLA, também conhecido como “Jornal de Angola”, refere-se ao “ressabiamento” de Portugal sobre o percurso eleitoral do país, no dia em que se assinalam os 39 anos sobre a proclamação da independência angolana. Por Orlando Castro Intitulado “Forças contra a democracia”, o editorial queirosiano (não de Eça mas de Artur) critica nomeadamente UNITA, aludindo às recentes declarações do presidente Isaías Samakuva que, em Lisboa, falou da necessidade de uma nova independência do país. “Ameaçar com a ‘terceira independência’ é insultar os milhões de…

Leia mais