DIA MUNDIAL DA LIBERDADE DE IMPRENSA

A jornalista filipina Maria Ressa, co-vencedora do prémio Nobel da Paz de 2021, defende que os meios de comunicação social no mundo deveriam unir forças na “luta pelos factos”, em vez de competirem entre si. Corrobore-se que o apelo também inclui os jornalistas (e respectivos órgãos) angolanos. Para que conste. “A era da competição pelas notícias está morta”, disse Maria Ressa numa conferência de imprensa em Oslo, na altura em que ia receber o prémio Nobel da Paz, conjuntamente com o jornalista russo Dmitri Muratov. “Penso que este é um…

Leia mais

Maior liberdade de imprensa contra a corrupção

O especialista da Organização das Nações Unidas (ONU) em integridade financeira e antigo primeiro-ministro do Níger, Ibrahim Mayaki (foto), considerou hoje que uma maior liberdade de imprensa pode combater fluxos financeiros ilícitos em Angola e Moçambique. Por alguma razão o MPLA não gosta, por exemplo, do Folha 8. O co-presidente do painel de alto nível sobre responsabilidade financeira internacional, transparência e integridade (FACTI) da ONU, Ibrahim Mayaki, defendeu hoje que a sociedade civil e a imprensa livre têm papéis “extremamente importantes” para que a verdade não seja escondida ou encoberta.…

Leia mais