Sob protecção do regime

Guilherme Taveira Pinto, cidadão português, terá intermediado a venda de armas de Espanha a Angola, num valor de 153 milhões de euros. Mas 100 milhões desapareceram e ao destino só chegou metade da mercadoria. É procurado pela Interpol. Vive em Luanda sob protecção do regime de José Eduardo dos Santos. O diário espanhol El Mundo faz hoje manchete com o caso de um fugitivo português à justiça espanhola, procurado pela Interpol, acusado de um desfalque de dezenas de milhões de euros, que o jornal descobriu em Luanda, protegido pelas autoridades…

Leia mais