E as milhares de vítimas assassinadas pelo MPLA?

O Presidente da República, João Lourenço, rendeu hoje, sexta-feira, na capital namibiana, homenagem aos mais de 600 refugiados namibianos, na sua maioria crianças e mulheres massacrados nas localidades de Cassinga e Chetequera, no interior de Angola, pelo então exército racista sul-africano do apartheid. Prevê-se que, no próximo dia 27, renda também homenagem aos milhares de angolanos massacrados, pelo MPLA, nesse dia de 1977. Aliás, a fazer fá na lista de acontecimentos que João Lourenço pensa recordar, o Presidente não terá mãos a medir. No dia 4 de Agosto de 2012,…

Leia mais