AMIGOS, AMIGOS, NEGÓCIOS… JUNTOS!

O presidente executivo da Mota-Engil África, Manuel Mota, uma das empresas que integra o consórcio vencedor do corredor ferroviário do Lobito, realçou que a transferência de conhecimentos é fundamental e mostrou interesse em participar em novas concessões. Manuel Mota falava hoje em Luanda, após a abertura da cerimónia de negociações do concurso para a Concessão de Serviços Ferroviários e da Logística de Suporte do Corredor do Lobito, que irão decorrer nos próximos três dias, antes da assinatura do contrato na sexta-feira. O consórcio Trafigura Group Pte Ltd, Vecturis, SA e…

Leia mais

COM O MPLA TUDO É OMA… TAPALO

O Presidente angolano (não eleito) autorizou a celebração de um contrato de empreitada, por ajuste directo, à Omatapalo para construir um pavilhão multiusos no Cuanza Norte, no valor de 23,8 milhões de dólares (24 milhões de euros), foi hoje anunciado. Trata-se do primeiro procedimento de contratação simplificada autorizado desde que João Lourenço tomou posse, em 15 de Setembro, para o seu segundo mandato. A Omatapalo é um dos grupos empresariais que beneficiou de mais empreitadas, por adjudicação directa ou contratação simplificada, no anterior mandato de João Lourenço, a par da…

Leia mais

Só se pode ser do… Estado!

O presidente do Conselho de Administração da empresa de construção angolana Omatapalo, Carlos Alves, negou este domingo, em declarações à Lusa, ser uma “empresa do Estado” e beneficiar de adjudicações directas, como é acusada, mas antes uma “sua parceira”. Tem razão. Todos têm razão. Desde logo porque, num país que é governado há 45 anos pelo mesmo partido, em que o Estado e o MPLA são uma e a mesma coisa, como é que se pode acusar alguma empresa de ser do… Estado? “N ão somos beneficiados em nada, somos…

Leia mais