O jogo-da-vermelhinha

Hoje vou divagar a propósito de um jogo muito ao gosto popular, e que se bem me lembro se jogava em alguns bairros de Luanda nos tempos da minha infância e juventude. Também nas cidades portuguesas de Lisboa e Porto a caça da polícia às bancas ilegais deste jogo foi, num passado mais ou menos distante, recorrente. Por Carlos Pinho (*) No entanto, o local onde eu mais gostava de apreciar ao longe os magotes que se instalavam à volta da banca improvisada e transportável do artista que manipulava o…

Leia mais

Daves na roleta do MPLA

A nova ministra das Finanças (enquanto João Lourenço não acordar a pensar em fazer mais exonerações), Vera Esperança dos Santos Daves de Sousa, é natural de Luanda, licenciada em Economia pela Universidade Católica de Angola (UCAN) e no último congresso extraordinário do MPLA passou (como não poderia deixar de ser) a integrar o Bureau Político do MPLA, partido no Poder há 44 anos e único campo de recrutamento de peritos para Angola. De 35 anos de idade, Vera Daves é a primeira mulher que ascende ao cargo de ministra das…

Leia mais

Jogos sociais perto de nós

O Governo angolano aprovou a criação de uma entidade de interesse público, participada em 45% pelo Estado, para gerir, em consórcio com privados, o novo modelo de concessão de jogos sociais, prevendo lotaria, totoloto, raspadinhas e o “angomilhões”. Em causa está a Estratégia de Captação do Mercado de Jogos Sociais, documento aprovado pelo Governo em finais de Junho, e que desde logo admite que o quadro económico e social angolano “impõe a intensificação do processo de diversificação das fontes de financiamento do Estado”. Dessa forma, fica previsto que a receita…

Leia mais

Jogos de fortuna e azar com instituto regulador

Jogos de fortuna e azar com instituto regulador - Folha 8

O novo Instituto de Supervisão de Jogos (ISJ) de Angola vai substituir a Empresa Nacional de Lotarias na função de regulador, supervisor e fiscalizador dos jogos de fortuna e azar do país, conforme decisão do executivo angolano. OISJ foi criado por decreto presidencial de 14 de Outubro, ficando na tutela directa, segundo o seu estatuto orgânico, do Ministério das Finanças. Com sede em Luanda, terá como atribuições a regulamentação e supervisão das actividades de jogos de fortuna ou azar em Angola, “em conformidade com a política económica e financeira nacional”,…

Leia mais