TRABALHADORES PROTESTAM E POLÍCIA MATA-OS

A UNITA, o principal partido da oposição que o MPLA ainda permite em Angola, condenou hoje os incidentes ocorridos no projecto hidroeléctrico de Caculo Cabaça, onde dois trabalhadores foram mortos em confronto com a polícia, ao “reivindicarem os seus direitos”, pedindo “responsabilização dos autores materiais”. A UNITA recorda que o acto resultou também em vários feridos e “condena com veemência” a actuação policial uma vez que os actos “aconteceram na sequência de reclamações justas dos trabalhadores” e que são perfeitamente normais nos países que são aquilo que Angola ainda não…

Leia mais

Deus no céu, sua majestade
o rei Dos Santos na… terra

Há 38 anos no poder, o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, inaugurou hoje a maior barragem do país, em Laúca, e lançou a primeira pedra em Caculo Cabaça, que a vai superar, obras no rio Kwanza avaliadas em 7.500 milhões de euros. Ouviu também os seus acólitos resumirem a sua divina presença no mundo e que se pode definir na máxima: Deus no céu, Dos Santos na terra. De iniciativa do Estado angolano, as duas barragens estão instaladas ao longo de cerca de 20 quilómetros do rio Kwanza, entre…

Leia mais