ANGOLA. Um diamante com 128 quilates foi encontrado numa mina no Lulo, nordeste de Angola, sendo a 12ª vez que é recuperada uma pedra superior a 100 quilates naquela região, indica um comunicado da empresa australiana Lucapa Diamond Company.

A mina do Lulo, integrada no complexo mineiro do Lucapa, na Lunda Norte, explorada em parceria com a Empresa Nacional de Diamantes (Endiama) de Angola, tem sido “prolífica” nas “pedras especiais” (superiores a 10,8 quilates), escreve a empresa australiana, salientando ter encontrado ao mesmo tempo uma outra gema, rosada, de 7,5 quilates.

A Lucapa Diamonds, que não adianta a data em que foram encontrados, lembra que as duas pedras foram recuperadas dias depois de Angola ter realizado, no final de Janeiro, um leilão de diamantes de grande qualidade oriundos também da mesma mina e que renderam 16,7 milhões de dólares (14,5 milhões de euros), obtendo um “preço excepcional” de 33,53 dólares (29,56 euros) por quilate.

Os sete diamantes – de 114,94, 85,24, 75,62, 70,08, 62,05, 46,17 e 43,25 quilates – são todos oriundos da Sociedade Mineira do Lulo, na província da Lunda Norte, zona que aparenta possuir um grande potencial para novas pedras especiais.

Partilhe este artigo