Os culpados são (como sempre) os jornalistas!

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, afirmou hoje ser “um africano diferente” que manteve a palavra de não se recandidatar a um novo mandato na liderança do partido, acusando jornalistas e analistas de caírem na armadilha dos seus adversários. Quais jornalistas? Quais adversários? Um dia depois de encerrar o prazo para a formalização de candidaturas dos seus cinco potenciais sucessores (Adalberto da Costa Júnior, Alcides Sakala, Kamalata Numa, José Pedro Kachiungo e Raul Danda), Isaías Samakuva convocou uma conferência de imprensa para justificar o que disse ser um “alegado silêncio”.…

Leia mais