FOME. Timor-Leste é o segundo país da Ásia e o oitavo do planeta com mais problemas de fome, apesar de nos últimos três anos ter registado melhorias, segundo um relatório divulgado hoje.

O Índice Global de Fome (IGF ou GHI na sigla inglesa) dá a Timor-Leste um valor de 34,3, o que coloca o país no grupo de nações em situação “séria”, sendo na Ásia o segundo mais elevado depois do Afeganistão (34,8 valores).

Segundo este índice, Timor-Leste registou nos últimos anos melhorias significativas, já que em 2008 registava um IGF de 46,9, mais 12,6 pontos, do que este ano.

O índice, preparado pelo International Food Policy Research Institute (Instituto Internacional de Investigação de Políticas de Alimentação), nota que Timor-Leste tem a percentagem mais elevada de desnutrição crónica da Ásia (50,2% das crianças com menos de cinco anos) e a segunda mais elevada de população malnutrida (26,9%).

O país regista ainda a quarta taxa de mortalidade infantil (menos de cinco anos) mais elevada da região (5,3%) e a sétima de desnutrição aguada (11% das crianças com menos de cinco anos).

Trata-se de um estudo que “apresenta uma medida multidimensional nacional, regional e global da fome no mundo” focando-se “em como o planeta pode chegar ao objectivo de Fome Zero em 2030”, segundo os autores.

Em termos globais, o nível de fome em Timor-Leste só é ultrapassado por oito nações: República Centro Africana (46,1), Chade (44,3), Zâmbia (39,3), Haiti (36.9), Madagáscar (35,4), Iémen (35) e Afeganistão (34,8)

O estudo mostra uma queda de 29% nos índices nos países em desenvolvimento comparativamente a 2000, para uma média de 21,3, e pelo segundo ano consecutivo não há qualquer nação na categoria de “extremamente alarmante”.

Segundo o estudo, 22 países reduziram o seu índice mais de 50% e 70 entre 25 e 49,9 por cento desde 2000 notando, porém, que “as previsões mais conservadoras” apontam a que pelo menos 45 países não alcançarão “níveis baixos” de fome até 2030.

Timor-Leste está no grupo de 50, dos 118 países analisados, com a categoria “sério” ou “alarmante”, sendo que a África a sul do Sahara e o sul da Ásia têm os piores níveis de fome, com médias de 30,1 e 29, respectivamente, no IGF.

Timor-Leste está ainda entre os 20 países em que pelo menos um quarto da população é subnutrida.

Partilhe este Artigo