GUINÉ-BISSAU. Tiago Ribeiro e João Afonso, são dois amigos portugueses que viajaram 5.300 quilómetros de carro, de Lisboa até à Guiné-Bissau, para trazer ajuda solidaria às crianças carenciadas que vivem em dois lares de acolhimento em Bissau.

Os dois, que se assumem como “dois amigos malucos” sentiram-se pequenos demais perante a realidade, marcada por dificuldades, nas duas casas de acolhimento onde entregaram roupa usada, comida, material desportivo e escolar paras as crianças, na sua maioria órfãos.

Tiago e João gostariam de poder ajudar mais crianças, mas nesta primeira missão de aventura e solidariedade, apenas deu para apoiar os menores das casas de acolhimento Bambaram e Betel.

Já com o conhecimento da realidade guineense, Tiago Ribeiro contou à Lusa que para o ano vão procurar trazer mais comida em vez de outros produtos por ser o que mais falta faz às crianças amparadas nas casas de acolhimento.

A ideia é trazer alimentos de Portugal ou então angariar dinheiro, junto das empresas e particulares, comprar os produtos em Bissau e entregá-los às casas de acolhimento onde a “luta diária é saber o que dar de comer à uma criança no dia seguinte”, frisou João Ribeiro.

Nesta expedição, os dois amigos constataram que o lar de acolhimento Betel, gerido por uma cidadã brasileira, tomando conta de 40 crianças, na sua maioria órfãos, é o que tem mais necessidade já que o de Bambaram recebe apoios da Caritas da igreja Católica.

Partilhe este Artigo