BRASIL. A cantora e compositora brasileira Maria Bethânia e os escritores moçambicano Mia Couto e angolano José Eduardo Agualusa vão participar na criação de um documentário sobre poesia de autores de língua portuguesa.

Mónica Monteiro, directora-geral do documentário, contou à agência Lusa que “Maria Bethânia vem fazendo um lindo trabalho no despertar da arte de declamar”, misturando “poetas africanos e brasileiros” num programa televisivo, e foi a “boa repercussão desse trabalho” que motivou a criação do documentário.

O documentário mostrará um “encontro mágico de três grandes poetas da língua portuguesa, algo novo que vai inspirar e encantar”, referiu.

O encontro será gravado a 12 de Outubro em Moçambique.

A CEO da produtora Cine Group adiantou que, no encontro, a brasileira declamará Fernando Pessoa, Agostinho Neto e José João Craverinha, além de poesias de José Eduardo Agualusa e Mia Couto, entre outros.

O documentário, acrescentou, “contará também com a participação de especialistas em literatura e linguística de outros poetas populares”.

“Vamos mergulhar na poesia de autores de língua portuguesa. Nisso, falaremos sobre a tradição oral africana e brasileira, os dialectos locais e a língua portuguesa”, referiu Mónica Monteiro.

O documento também irá “mostrar o contacto da cantora e compositora com a cultura de Moçambique”, disse ainda.

A produtora, que em Moçambique trabalha com a rede de televisão STV, pretende lançar o documentário em 2017 no canal brasileiro Curta!.

“Vamos procurar os canais de TV de outros países para negociar e também vamos pensar noutras possibilidades de trabalhar esse belo conteúdo junto do público”, mencionou a directora-geral do documentário.

A Cine Group é uma produtora de audiovisual brasileira que conta mais de 800 horas de gravação em solo africano. Entre os projectos realizados em África está a primeira telenovela de Moçambique, “N’Txuva”.

Partilhe este Artigo