PORTUGAL. A deputada socialista Isabel Moreira discursou hoje, a título individual, em defesa das liberdades políticas e contra “a ditadura brutal” e a “corrupção” em Angola, com o activista Luaty Beirão a assistir nas galerias do Parlamento.

O discurso da constitucionalista Isabel Moreira – feito ao abrigo da figura regimental que concede a cada deputado um tempo de intervenção de responsabilidade individual – foi aplaudido de pé por toda a bancada do Bloco de Esquerda, por mais de metade dos deputados socialistas presentes no hemiciclo e pelos sociais-democratas Duarte Marques e Nilza Sena.

Com a bancada do PCP reduzida a dois deputados no momento da intervenção de Isabel Moreira, também se registaram palmas das deputadas do CDS-PP Teresa Caeiro e Ana Rita Bessa, apesar de terem permanecido sentadas.

Foi um bom retrato de como vai o bordel político do reino luso a norte, embora – nesta matéria – cada vez mais a sul de Marrocos.

Partilhe este Artigo