ANGOLA. O recém-eleito secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, agradeceu, “de modo especial, o apoio efectivo e inequívoco” de Angola à sua eleição.

O agradecimento foi manifestado, em Lisboa, num encontro de cortesia que o embaixador “extraordinário e plenipotenciário” da República de Angola em Portugal, José Marcos Barrica, manteve com António Guterres.

Na ocasião, Guterres afirmou que foi útil e muito importante o apoio de Angola, como membro não permanente do Conselho de Segurança, tendo destacado o “apoio incondicional de primeira hora” do Presidente José Eduardo dos Santos.

“Angola (…) desempenhou um papel relevante, um bom trabalho político-diplomático neste processo”, acrescentou.

Partilhe este Artigo